A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/08/2016 19:13

Morto ao sair da cadeia, homem estava preso por agredir ex-mulher

Adriano Fernandes
Oswaldo Fábio Soto Martins, de 37 anos, executado na tarde desta quarta-feira (24) depois de ser solto da prisão. (Foto: Guilherme Henri) Oswaldo Fábio Soto Martins, de 37 anos, executado na tarde desta quarta-feira (24) depois de ser solto da prisão. (Foto: Guilherme Henri)

Oswaldo Fábio Soto Martins, de 37 anos, executado na tarde desta quarta-feira (24) a tiros de 9 milímetros, minutos depois de receber o alvará de soltura do Centro de Triagem de Campo Grande, estava preso desde 17 de junho por ter agredido a ex-namorada e ameaçado divulgar vídeos íntimos dela.

De acordo com o registro feito na polícia, Oswaldo teria colocado a vitima a força em um veículo e levado para um motel, sobre a ameaça de divulgação dos vídeos. No local, os dois discutiram, mas uma testemunha que teria visto o momento em que a moça foi levada acionou a polícia.

Oswaldo foi preso em flagrante sobre as acusações de sequestro e cárcere privado, lesão corporal dolosa, lesão corporal recíproca e violação de domicílio. Na decisão judicial, publicada somente nesta terça-feira (23), ele foi condenado a três meses, em regime aberto, apenas pela agressão física – as demais acusações não foram confirmadas.

Por já ter cumprido 22 dias em regime fechado no Centro de Triagem, Oswaldo recebeu o alvará de soltura e foi liberado esta tarde. Foi morto logo em seguida. 

Assassinato - Segundo testemunhas, ele estava sentado em frente a um mercado na rua Indianápolis, no Jardim Noroeste, quando foi abordado por três homens. Os suspeitos dispararam várias vezes e o homem tentou correr para dentro do estabelecimento, mas não resistiu aos ferimentos e morreu dentro do local.

Desde 2007, Oswaldo acumulava um total de nove registros de boletins de ocorrência, dentre eles três por ameaça e dois por violência doméstica. Ainda este ano, ele teria invadido o restaurante da esposa em Ponta Porã e agredido o próprio filho, que é autista, e a sogra.



gente não fiquem tristes! por causa de homens assim é que existem empregos! Do cara que vende a arma da industria que fez a bala da funerária que pega o corpo do posto que abastece o carro do policial q fez concurso pra investigar do florista q vende a coroa de flores do coveiro q abre a valeta da madeireira q fez o caixão do legista q abre o corpo! putz cansei! do reporter do campo grande news! e blablablá! resumindo - esse santo morreu porque a dona morte escolheu ele?
 
Magnum357 em 25/08/2016 22:48:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions