ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 20º

Capital

Morto com tiro na boca respondeu processo por tráfico de drogas

Gean ficou preso, também por outros crimes, até 2018, mas foi absolvido.

Por Mirian Machado e Ana Beatriz Rodrigues | 13/10/2021 17:29
Gean Ricardo Pereira de Moura é o jovem encontrado morto na semana passada no Jardim Inápolis(Reprodução/Redes Sociais)
Gean Ricardo Pereira de Moura é o jovem encontrado morto na semana passada no Jardim Inápolis(Reprodução/Redes Sociais)

Foi identificado como Gean Ricardo Fereira de Moura, de 25 anos, o rapaz encontrado morto com tiro na boca no Jardim Inápolis na última sexta-feira (8). Natural de Capanema, no Paraná, o rapaz morava em Chapadão do sul, local onde foi preso por corrupção de menores, associação para o tráfico e tráfico de drogas.

Segundo o processo, o rapaz foi preso juntamente com outras seis pessoas em agosto de 2015. Ele e outras quatro pessoas, além de dois adolescentes eram responsáveis por trabalhar na distribuição e venda de drogas para dois traficantes, também presos na ocasião.

Gean respondeu processo, preso preventivamente em Chapadão do Sul até 2018, quando foi expedido alvará de soltura, após ser absolvido dos crimes. Depois passou a responder apenas a infração penal por posse/porte de drogas para consumo.

Tempos depois, em março de 2019, foi preso por tráfico de drogas, mas fugiu e era considerado evadido do regime semiaberto desde dezembro de 2020.

O jovem foi encontrado sem documentos por isso a demora na identificação. Familiares vindos de Chapadão do Sul reconheceram a vítima como Gean.

O crime - O corpo da vítima foi encontrado por moradores de uma invasão na Rua Moscovita no Jardim Inápolis, por volta das 6h de sexta-feira (8). Moradores contaram aos policiais que ouviram disparos de arma de fogo às 4h, mas ficaram com medo e não foram ver o que havia acontecido.

De acordo com o delegado Rodrigo Camapum, plantonista da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, o caso é tratado como achado de cadáver e morte a esclarecer.

A Polícia Militar foi a primeira a chegar no local, de acordo com os militares, aparentemente o homem tem um tiro na cabeça.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário