A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/08/2015 16:36

Morto em colisão de moto era mineiro e veio construir a vida na Capital

Juliana Brum
Jovem tinha muitos amigos e sonhava com casamento ( foto - Arquivo pessoal / Facebook)Jovem tinha muitos amigos e sonhava com casamento ( foto - Arquivo pessoal / Facebook)

Jarme Santos Oliveira, 30 anos, que morreu na colisão da motocicleta com um veículo na tarde de ontem no Bairro Coophavila 2, era mineiro e veio construir a vida na Capital. Ele se envolveu no acidente ao voltar do trabalho, no frigorífico JBS, na saída para Sidrolândia.

Sorridente e trabalhador, segundo e familiares, Oliveira morava na Capital há sete anos. Segundo o irmão Cláudio Costa Oliveira, 32 anos, Jarme saiu de Salinas (MG), onde morava com os pais, para tentar a vida em Campo Grande. Ele veio após dois irmãos, Cláudia e o caçula, Jailton, 28 anos. O rapaz já chegou em Campo Grande com o trabalho garantido no frigorífico JBS, no qual começou como ajudante e, antes da tragédia, era líder do setor de "miúdos".

O irmão caçula contou que Jarme tinha muitos amigos, era companheiro e pacato. Aos fins de semana, ele gostava de fazer churrasco na cassa dos pais, de onde saiu há três meses para morar na casa própria no Bairro Serra Azul.

Há um mês na cidade, João Rodrigues, 30 anos, é amigo de infância, que também repetiu a saga de trocar Minas Gerais pela Cidade Morena. Ele veio para dividir a casa dom Jarme. "Meu amigo de verdade. Ainda não sei se continuarei morando na mesma casa, não tive tempo de decidir," contou João.

A namorada, Rosimeire, 22 anos, disse que o casal estava junto há seis meses e já fazia planos sobre o futuro.
"Ele sempre foi muito carinhoso e tinha prometido que nas férias dele, que seria em janeiro, íamos para Salinas em Minas Gerais. Ele queria que até o final do ano eu fosse morar com ele," lembrou Rosi.

"Eu era subordinada dele na empresa e nem na hora de chamar atenção ele deixava o sorriso no rosto" contou a colega de trabalho, Juliana Ribeiro, 20 anos.

Visivelmente abalados os pais Nilda Elias dos Santos, 61, e Dario Costa de Oliveira, 66, perderam um dos nove filhos de forma inesperada. Jarme tinha moto e carro, era um ótimo motorista e nunca tinha se envolvido em acidente antes, segundo familiares.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions