ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Motorista que abandonou SW4 perseguia ex-mulher e atirou em carro por ciúmes

Vítima aproveitou acidente para escapar do suspeito, de 41 anos e se escondeu em um terreno baldio

Por Geisy Garnes e Bruna Marques | 22/06/2021 08:57
Nesta manhã ainda era possível ver vestígios do acidente (Foto: Henrique Kawaminami)
Nesta manhã ainda era possível ver vestígios do acidente (Foto: Henrique Kawaminami)

O motorista que abandonou uma SW4 após acidente na Vila Margarida, em Campo Grande, perseguia a ex-mulher e atirou contra o carro em que ela estava com um homem de 40 anos por ciúmes. O casal aproveitou a colisão para escapar do suspeito, de 41 anos e se escondeu em um terreno baldio até a chegada da polícia.

A história por trás da perseguição que assustou moradores da região na noite desta segunda-feira (21) começa pouco antes do acidente na Rua Carneiro de Campos.

Segundo a delegada Sueli Araújo Lima Rocha, o motorista da SW4 e a vítima, de 37 anos, foram casados por 14 anos e há três meses estão em processo de separação. Na noite de ontem ele monitorava a casa da ex-mulher e viu ela em um carro com um homem, de 40 anos. “Enfurecido” ele começou a perseguir os dois pelo bairro.

No trajeto ele atirou contra o carro em que eles estavam. Para a polícia, a intenção do suspeito era matar o homem que acompanhava a ex-mulher. Um dos tiros chegou a acertar o banco do motorista, onde ele estava. “A perícia constatou de 4 a 5 disparos na intenção de matar”, afirmou ela.

Durante a perseguição, no entanto, o motorista da SW4 acabou colidindo em um Toyota Corolla, que deixou o local antes do socorro chegar. O casal decidiu aproveitar o momento para escapar. Pararam o carro alguns metros depois e correram para um terreno baldio. De lá, chamaram a polícia. O acidente também fez com que o suspeito abandonasse o carro e fugisse.

Polícia Militar esteve no local do acidente no noite de ontem (Foto: Suzana Servian)
Polícia Militar esteve no local do acidente no noite de ontem (Foto: Suzana Servian)

Motorista chegou a pedir para um dos moradores ajudar na fuga, mas ele se negou. "Quando eu me aproximei o motorista pediu para eu levar ele de moto embora daqui lá para o Sóter, mas eu disse que não. Daí ele entrou no carro, pegou alguma coisa e saiu a pé", contou a equipe de reportagem.

O irmão do suspeito também esteve no local e contou que o utilitário pertence ao pai. Ele relatou ainda que soube do acidente pelo próprio parente. “O carro pertence ao meu pai, mas quem estava dirigindo era o meu irmão. Ele só me ligou, disse que havia batido o carro e que estava indo para o hospital", relatou no local do acidente.

Para a polícia, o suspeito é considerado foragido por dupla tentativa de homicídio, uma delas com a qualificadora de feminicídio. “A intenção era matar o homem, mas a partir do momento em que atirou contra o carro em que a ex-mulher estava assumiu o risco de atingir ela”, explicou a delegada. A delegacia especializada segue as busca pelo homem.

A parte frontal do veículo ficou parcialmente destruída. (Foto: Suzana Servian)
A parte frontal do veículo ficou parcialmente destruída. (Foto: Suzana Servian)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário