A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 17 de Agosto de 2019

02/06/2019 11:27

Movimento é fraco no último dia de vacinação exclusiva para público alvo

Quatro CRSs (Centro Regionais de Saúde) em Campo Grande estão abertas este fim de semana para vacinação

Silvia Frias e Aletheya Alves
No CRS Tiradentes poucas pessoas foram à unidade hoje para vacinação (Foto: Marina Pacheco)No CRS Tiradentes poucas pessoas foram à unidade hoje para vacinação (Foto: Marina Pacheco)

No último dia de campanha de vacinação voltada para o público alvo, o movimento nas unidades de saúde em Campo Grande é fraco. A partir de amanhã, as doses estarão liberadas para a população em geral.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que as salas de vacina de quatro CRSs (Centros Regionais de Saúde) ficarão abertas até 17h45 exclusivamente para o grupo de risco: Tiradentes, Aero Rancho, Nova Bahia e Coophavila. Ontem, a UBS (Unidade Básica de Saúde) Coronel Antonino ficou aberta também para esta destinação.

Ontem, no CRS Nova Bahia, cerca de 200 pessoas foram vacinadas, conforme informações obtidas pelo Campo Grande News. Hoje, o movimento foi mais fraco: pouco mais de 12 pessoas haviam passado pelo local nesta manhã.

Uma delas foi a aposentada Luzia Zambão, 70 anos. Ontem, ela chegou a passar pela UBS Coronel Antonino, mas a fila estava grande e não conseguiu pegar senha. Hoje, foi atendida. “Durante a campanha eu não tive tempo mesmo”, justificou, explicando que trabalha para complementar a renda com reciclagem.

O serralheiro Luís Carlos Morales, 50 anos, sofre de hipertensão e diabetes tentou se vacinar pelo menos três vezes, mas foi vencido pela grande procura. “Quando eu chegava, já tinham parado de distribuir a senha”. Resolveu mudar de unidade e foi ao Nova Bahia esta manhã.

 

Luzia Zambão conseguiu se vacinar hoje, depois de encontrar unidades lotadas (Foto: Marina Pacheco)Luzia Zambão conseguiu se vacinar hoje, depois de encontrar unidades lotadas (Foto: Marina Pacheco)
Luís Morales disse que, sempre que chegava, já tinham distribuído as senhas (Foto: Marina Pacheco)Luís Morales disse que, sempre que chegava, já tinham distribuído as senhas (Foto: Marina Pacheco)

Na fila do CRS Tiradentes, pouco mais de 13 pessoas aguardavam a vez para vacinação. A bancária Natalie Paz, 30 anos, levou o filho André, de um ano de idade para imunização. Ela disse que não tinha como fazer antes, pois, a cada momento, alguém da família ficava resfriado. Ela aproveitou para atualizar a carteira de vacinação do menino.

Priscila Borges, 31 anos, levou a filha de um ano para a segunda dose da vacina. “Mas nem sabia que era o último dia de campanha”, disse.

De 10 de abril a 29 de maio, foram vacinadas 166,2 mil pessoas. Os idosos é o único grupo que ultrapassou a meta, atingindo 90,92%. A menor cobertura está entre os policiais civis, militares, bombeiros, membros ativos das Forças Armadas com 19,56%.

Hoje, a campanha destinada ao público alvo será para vacinar exclusivamente: idosos com 60 anos ou mais de idade; as puérperas (mulheres até 45 dias após o parto); os trabalhadores de saúde; os povos indígenas; os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; e, os professores de escolas públicas e particulares; as crianças de 6 meses a menores de 6 anos (5 anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; e, os policiais civis, militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas.

Natalie resolveu atualizar a carteira de vacinação do filho André de um ano (Foto: Marina Pacheco)Natalie resolveu atualizar a carteira de vacinação do filho André de um ano (Foto: Marina Pacheco)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions