A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

03/08/2018 13:27

MP quer divulgação intensa da vacinação contra polio e sarampo

Além disso, a 32ª Promotoria de Justiça de Saúde Pública vai acompanhar cumprimento de metas da Campanha na Nacional em Campo Grande

Danielle Valentim
Campanha vai até o 31 de agosto, mas o “dia D” de imunização ocorre no dia 18 de agosto. (Foto: Saul Schramm)Campanha vai até o 31 de agosto, mas o “dia D” de imunização ocorre no dia 18 de agosto. (Foto: Saul Schramm)

O MPE/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) vai acompanhar o cumprimento das metas da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo, em Campo Grande, que começa na próxima segunda-feira (6). Além disso, por meio da 32ª Promotoria de Justiça de Saúde Pública da Capital recomendou a intensificação na divulgação e orientação sobre a imunização contra as doenças durante todo o ano. A Prefeitura tem prazo de 10 dias, para apresentar, por escrito, medidas concretas a serem tomadas.

A abertura do procedimento administrativo e a recomendação assinados pela promotora Filomena Aparecida Depólito Fluminhan pontuam que a Prefeitura e Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) serão acompanhadas, tanto no cumprimento das metas de cobertura traçadas pelo PNI (Programa Nacional de Imunizações), como nas medidas de divulgação e mobilização para o aumento da adesão do público.

Na recomendação, a promotoria considera que, além da execução da Campanha Nacional são necessárias medidas para intensificar a orientação à população de Campo Grande sobre os riscos da polio e sarampo durante todo o ano, principalmente, diante das informações e ameaça de volta das doenças ao Brasil.

O documento pontua que alguns dos fatores que contribuem para a diminuição da procura por vacinação é o desconhecimento sobre a importância e os horários de funcionamento dos Postos/Salas de Vacinação, incompatíveis com os trabalhos das famílias.

Por fim, a recomendação pede que a Prefeitura divulgue a campanha com urgência e sugere, a televisão, rádio, jornais, cartazes ou rede sociais. Além disso, pede que grupo sejam montados, no prazo de 30 dias, para palestras e cursos. A prefeitura também tem dez dias para enviar por escritos medidas a serem tomadas.

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Sarampo prioriza o mínimo de 95% do público alvo, que são crianças de um até 5 anos de idade. Em MS, 158 mil crianças são do grupo de risco. Ao Campo Grande News, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou que as vacinas contra o Sarampo e Poliomielite são imunobiológicos que fazem parte do calendário vacinal da criança e, por isso, estão disponíveis durante o todo o ano nas 66 unidades básicas de saúde da Sesau.

O Estado, conforme o Ministério da Saúde, recebeu 400 mil doses, que já foram distribuídas entre as unidades da Capital e interior. As UBSs e UBSFs receberão, gradativamente, mais vacinas durante a campanha. A prefeitura pontua que, para atingir as metas de vacinação, os pais e responsáveis são atores sociais importantes no processo de manutenção da eliminação das doenças imunopreveníveis e devem comparecer às unidades com suas crianças, levando a caderneta de vacinação para avaliação e registro da vacina.

As salas de vacinação das unidades funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h15 às 11h e das 13h às 16h45. A Campanha Nacional vai até o 31 de agosto, mas o “dia D” de imunização ocorre no dia 18 de agosto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions