A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/04/2014 23:30

MPT cobra do Estado solução de irregularidades no prédio do Cepol

Alan Diógenes
Forro do teto está caindo e pode machucar algum trabalhador. (Foto: Divulgação/Sinpol)Forro do teto está caindo e pode machucar algum trabalhador. (Foto: Divulgação/Sinpol)

O MPT (Ministério Público do Trabalho) entrou com uma ação civil pública contra o Estado de Mato Grosso do Sul, pedindo que o mesmo regularize a situação caótica encontrada no Cepol (Centro Especializado da Polícia Civil). A entidade constatou que o prédio é insalubre, impróprio e que coloca em risco a vida dos trabalhadores.

Durante visitas realizadas pelo MPT, também foram constatados irregularidades, como escadas e pisos comprometidos, assentos sem condições de uso, parte elétrica prejudicada, iluminação inadequada, extintores insuficientes e vencidos, higiene sanitária deficiente, falta de material de limpeza, falta de fornecimento de água potável e sem condições de atender o quesito acessibilidade.

De acordo com o Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis) foram feitas cobranças de providências junto a órgãos competentes para resolver a situação, mas o Estado se restringiu a apenas em “fazer melhorias”.

O vice-presidente do Sinpol, Roberto Simião, espera que o julgamento da ação seja realizado em breve. “O Sindicato vem lutando por melhorias no Cepol desde 2010. E nesse tempo, nada tem sido feito pelo Governo, um descaso total. Vamos continuar acompanhando o processo, e esperamos uma resolução imediata para este problema”, destacou.

Se o Estado for condenado terá que pagar multa de R$20 mil por item descumprido e ainda uma indenização moral coletivo, no valor de R$500 mil.

A assessoria de imprensa do Governo informou que as autoridades só irão discorrer sobre o assunto nesta terça-feira (02) durante a assinatura do contrato para a construção de 2 presídios no complexo da Gameleira, que será realizada na Governadoria, localizada no Parque dos Poderes, na Capital.

Assentos estão sem condições de uso. (Foto: Divulgação/Sinpol)Assentos estão sem condições de uso. (Foto: Divulgação/Sinpol)
Parte elétrica está prejudicada devido ao uso constante. (Foto: Divulgação/Sinpol)Parte elétrica está prejudicada devido ao uso constante. (Foto: Divulgação/Sinpol)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions