A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

18/09/2015 15:53

MPT investiga Solurb pela prática de lockout, greve ilegal de empresa

Paulo Yafusso
Procurador do Trabalho, Hiran vistoria frota da Solurb na Capital (Foto: Fernando Antunes)Procurador do Trabalho, Hiran vistoria frota da Solurb na Capital (Foto: Fernando Antunes)

O MPT (Ministério Público do Trabalho) apura se não está ocorrendo o lockout na suspensão da coleta do lixo em Campo Grande, que hoje completou 10 dias. A informação foi liberada pelo procurador do trabalho Hiran Sebastião Meneguelli Filho, após a audiência de conciliação no TRT (Tribunal Regional do Trabalho), em que a CG Solurb apresentou dificuldades em retomar o serviço, mesmo com os trabalhadores decidindo encerrar a greve e voltar ao trabalho a partir das 19h30 de hoje.

Na audiência a direção da empresa alegou dificuldades em retomar o serviço de coleta de lixo. O superintendente executivo da Solurb, Lucas Dolzan afirmou que além da falta de combustível para abastecer os caminhões, da frota de 50 veículos 35 estão bloqueados pela empresa de leasing, por falta de pagamento das parcelas.

“Existe uma greve de empresa que chama lockout. A gente precisa verificar, com base nessas alegações da empresa, se não está havendo uma greve de empresa. O lockout é ilegal, é inconstitucional. Então nós temos que verificar se as alegações da empresa procedem, se ela não tem condições de fornecer o caminhão funcionando para o trabalhador, para que ele faça a coleta do lixo”, afirmou o procurador Hiran Meneguelli Filho à assessoria do TRT.

Há pouco, escoltado pela Polícia Militar, o procurador do Trabalho chegou, há pouco, na Solurb, na saída para Sidrolândia. Ele vistoriou os caminhões, que estão funcionando.

O Campo Grande News tentou contato com o advogado da CG Solurb, Arnaldo Pucini de Medeiros, mas a informação é de que ele está em reunião e não poderia atender.

Polícia Militar escoltou equipe do MInistério Público do Trabalho (Foto: Fernando Antunes)Polícia Militar escoltou equipe do MInistério Público do Trabalho (Foto: Fernando Antunes)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions