A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

09/02/2012 23:48

Mulher afirma que não viu cachorro atacar vizinho na Vila Margarida

Elverson Cardozo

Iraneides Gonçalves da Silva, de 59 anos, que foi acusada pelo vizinho, um idoso de 69 anos, de ter “incitado” seu cachorro a atacá-lo, afirmou que não viu o animal morder o homem na manhã de ontem, na Vila Margarida, em Campo Grande.

A confusão, contou, teria começado porque algumas das folhas da árvore que tem em frente a sua residência caíram na calçada do vizinho. Rubens Dias de Almeida, de 69 anos, não gostou.

O aposentado junto as folhas e jogou em frente a casa da mulher, dizendo que a sujeira não era dele. Iraneides questionou a atitude de Rubens e, momentos depois, um casal, que ela relata ser filhos do idoso, teria ido até sua residência para fazer ameaças.

Depois de vários palavrões, o rapaz teria chutado um portão da casa da mulher. Iraneides suspeita que o cão tenha saído do terreno neste momento, mas nega que tenha incitado o animal a atacar o vizinho. “Eu tenho testemunhas”, afirmou.

Segundo a moradora, Rubens “caça confusão” com a maioria dos moradores da região. Agora, depois do ocorrido, a moradora afirma que vai procurar um advogado para entrar com ação contra o idoso, da qual é vizinha a cerca de 8 anos.

A possibilidade de mudar do bairro também não foi descartada. “É uma briga”, finalizou.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions