ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  20    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Mulher denuncia ex por invadir casa, furtar cartões e gastar quase R$ 3 mil

Vítima afirma que homem zerou o limite dela em loja de departamentos, comprando de brinquedos a celular

Por Anahi Zurutuza | 12/05/2021 07:18
Vítima procurou atendimento na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)
Vítima procurou atendimento na Casa da Mulher Brasileira (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Uma mulher de 35 anos procurou a polícia para denunciar o ex-marido, de 37 anos, por invasão e furto. Conforme registrado em boletim de ocorrência, embora tenha conseguido medida protetiva contra ele, depois de receber ameaças, a vítima acredita que o homem tenha pulado o muro de sua casa, entrado pela cozinha, uma vez que ele ainda tinha a chave, e furtado cartões de crédito, além de um talão de cheques.

Ela relata que no mesmo dia em que deu falta dos cartões, o ex apareceu em sua casa à noite com vários brinquedos comprados para o filho do casal, de 5 anos. Desconfiada, a mulher consultou seu limite para compras em loja de departamentos, que era de R$ 2,8 mil, mas percebeu que estava zerado.

Por meio do aplicativo, a titular do cartão conseguiu descobrir que além dos brinquedos, o ex comprou na loja um celular Motorola e parcelou em 10 vezes de R$ 122,09. Relatou ainda que naquela noite encontrou os cartões jogados no quintal de casa.

Conforme depoimento da vítima na Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), no mesmo dia da entrega dos presentes ao filho, depois de deixar a casa da ex-mulher, o homem fez novas ameaças a ela. Ligou dizendo que a pegaria na rua e a mataria.

No dia seguinte, a ex-sogra avisou a vítima, no fim da tarde, que o ex-marido foi até a casa dela e de lá, tirou uma televisão, além de outros objetos que o homem alega pertencer a ele. O casal está separado desde março.

A mulher se sente perseguida. Diz que o ex passa todo fim de semana em frente à casa dela para monitorá-la, fica na esquina da residência vigiando, vai até o local de trabalho dela no horário de almoço para ver o que ela está fazendo. Pediu para representar criminalmente contra o ex-marido e mais uma medida protetiva de urgência.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário