A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 21 de Abril de 2019

01/03/2019 22:30

Município alega falta de recursos para obras na Chácara dos Poderes

Estradas da região padecem a cada chuva com alagamentos e formação de crateras

Adriano Fernandes
Reunião desta tarde entre moradores e representantes da prefeitura. (Foto: Tatiane Ota) Reunião desta tarde entre moradores e representantes da prefeitura. (Foto: Tatiane Ota)

A situação dos moradores da Chácara dos Poderes que se veem ilhados a cada chuva, não deve ter uma solução imediata. O município alega que não tem os recursos para executar as obras de drenagem na região, no entanto, se comprometeu a manter medidas paliativas para diminuir os estragos nas estradas da região que padecem a cada temporal.

O assunto foi tema de reunião entre os próprios moradores com o secretário Rudi Fiorese, titular da Sisep (Secretaria Municipal de Infraestrutura de Transporte) e engenheiro, na tarde desta sexta-feira (1º).

“O que foi dito é que infelizmente o município não tem verba para uma solução definitiva e o que deve ser feito de imediato é passar uma patrola para tapar as crateras feitas pela chuva”, comentou a moradora Tatiane Ota. 

O vereador Eduardo Romero (Rede) que acompanha as reivindicações dos moradores e também esteve presente no encontro, não descarta tentar uma verba federal para obras de contenção no Jardim Noroeste.

A região, vizinha da Chácara dos Poderes é de onde escoa a enxurrada que invade as estradas.Outra possibilidade levantada na reunião é a abertura de uma licitação, ainda neste mês, para que as estradas da região possam ser cascalhadas, explicou a moradora. 

A pouca iluminação pelas estradas também foi outro ponto discutido. Equipes da secretaria devem começar a vistoriar a região já a partir de segunda, para saber quantas luminárias são necessárias nas estradas.

No total, oito moradores participaram da reunião. “Ninguém nos prometeu nada, mas acredito que foi extremamente positivo, por que sabemos que a solução não seria assim tão simples”, concluiu Tatiane.

Chuvarada – Na chuva da última terça-feira (26) os estragos pela região se repetiram, assim como tem ocorrido nos últimos anos. A enxurrada que se formou no Jardim Noroeste, alagou a Rua Urupês escoando, principalmente para as Estradas EW2, EW3, NE2 e SE1 (Bolicho da Curva), chegando ao Córrego Pedregulho –que está ameaçado de assoreamento– e impedindo o tráfego de veículos. As enxurradas formaram dezenas de crateras e, literalmente, impediram famílias de entrar e sair de seus imóveis.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions