A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 15 de Setembro de 2019

19/08/2019 15:22

Músico diz que cantora mente e que quem apanhava na relação era ele

A semana passada foi de pancadaria entre a cantora Adriana Paredes e o baixista Elso Neves

Ângela Kempfer
Elso mostra pontos no braço e marca das agressões nas costas. (Foto: Arquivo Pessoal)Elso mostra pontos no braço e marca das agressões nas costas. (Foto: Arquivo Pessoal)

O músico Elso Neves Alves era namorado e também baixista da cantora sertaneja Adriana, que faz dupla com a irmã Patrícia. Agora, um acusa o outro de agressões.  Adriana não quer mais falar do caso, mas Elson, agora ex-namorado e também demitido da banda, resolveu dar a versão sobre o que aconteceu na semana passada.

Ambos registraram boletim de ocorrência. Ela disse à polícia que apanhou e que teve o carro destruído depois de terminar o namoro há 2 meses. Relatou que Elson invadiu a residência dela, deu chutes e tentou enforcá-la. Já o músico garante que na relação de 1 ano, quem já bateu foi Adriana.

Segundo Elso, o namoro era de "idas e vindas". Na última terça-feira ele viu a cantora com outro homem e, chateado, foi pra casa. “Daí ela apareceu lá querendo dar explicações. Eu disse que não precisava explicar nada e mandei ela sair. Minha mãe acompanhou tudo, eu moro com ela”, garante.

Depois da discussão na varanda, por volta das 19 horas, Elso relata que Adriana finalmente saiu e ficou um tempo dentro do carro, em frente ao portão. “Mas nem fui lá. Esperei ela ir embora.”

 

 

Mãe do cantor também ficou ferida, afirma a família.Mãe do cantor também ficou ferida, afirma a família.

Na mesma noite, Elso admite que bebeu muito e diz não se lembrar do que aconteceu. “Me mandaram fotos do carro dela destruído, mas só lembro que fui até lá e joguei uma pedra, nada mais”, afirma.

O músico conta que ainda tentou conversar com Adriana para arcar com os reparos do carro, mas não houve negociação.

No outro dia, ele diz que acabou vítima de algo inimaginável. Na versão de Elso, dois irmãos de Adriana apareceram com facão, invadiram a casa, bateram, inclusive, na mãe dele. "Invadiram a minha casa com um facão. Agrediram até a minha mãe que ficou com a camiseta ensopada de sangue"

Para fechar a cena de terror, ele diz que tentou fugir correndo, mas foi perseguido e atropelado por um Gol Cinza, conduzido por um dos irmãos da cantora. Elso foi prensado junto a uma grade do Poliesportivo da Vila Nasser ee acabou na Santa Casa, onde permaneceu por 3 dias. “Levei 13 pontos no braço esquerdo e ainda tive de fazer reconstrução do osso. Também bati a cabeça no poste e machuquei a perna”.

O músico jura que nunca levantou a mão para Adriana e que não imaginava algo parecido com o que viveu. “Quem me batia era ela”, acusa.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions