ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEXTA  24    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Na Capital, obras do Minha Casa, Minha Vida devem iniciar no 1º semestre

Com 192 unidades, as obras no Jardim Tarumã serão uma das primeiras a iniciar neste ano, aponta a Emha

Por Mylena Fraiha | 19/02/2024 16:45
Residenciais Canguru em Campo Grande, que tiveram financiamento federal (Foto: Divulgação/Engepar)
Residenciais Canguru em Campo Grande, que tiveram financiamento federal (Foto: Divulgação/Engepar)

Com a construção de 1,7 mil moradias por meio da nova edição do Programa MCM (Minha Casa, Minha Vida), o setor de construção civil de Mato Grosso do Sul está com expectativas "positivas" para 2024. A previsão é de que no primeiro semestre do ano algumas obras sejam iniciadas em cidades de MS.

Sete cidades sul-mato-grossenses foram incluídas na lista de unidades habitacionais a serem construídas em todo o Brasil: Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ivinhema, Naviraí, Três Lagoas e Ponta Porã. Essas localidades abrigarão 1.719 moradias financiadas pelo programa.

Campo Grande lidera com o maior número de unidades habitacionais. Serão 696 habitações distribuídas entre os bairros Tarumã, Nova Bahia, Jardim Antárctica, Monte Castelo e Paulo Coelho Machado.

No Bairro Tarumã, a construção do Residencial Jorge Amado, com 192 unidades, é gerenciada pela empresa Engepar. Ao Campo Grande News, o diretor de Incorporação da Engepar, Fernando Bezerra Filho, destaca que tem uma perspectiva positiva sobre o programa.

"Tendo em vista que o programa, além de facilitar o acesso à moradia digna para as famílias mais carentes, propicia também investimentos em toda a cadeia produtiva, gerando empregos, fortalecendo o comércio local e estimulando as indústrias do setor", comenta Fernando.

De acordo com o diretor da Engepar, a empresa prevê investimentos da ordem de aproximadamente 30 milhões de reais, em infraestrutura urbana e construção de unidades apenas no empreendimento do Bairro Tarumã.

Ele também explica que na obra do Residencial Jorge Amado, será necessária a contratação de novos funcionários. "A estimativa é a contratação de aproximadamente 130 funcionários. Portanto, a construção propiciará a geração de 130 novos empregos diretos e aproximadamente o mesmo número de empregos indiretos, fortalecendo o comércio local e a indústria", explica Fernando.

Animado com o programa, Fernando explica que as obras no Jardim Tarumã têm previsão de iniciar ainda no primeiro semestre de 2024. "Aguardamos a contratação com a Caixa Econômica Federal".

Andamento das obras - Segundo a Emha, todos os empreendimentos estão em processo de contratação e que os demais projetos serão realizados em parceria com a Prefeitura ou o Governo Estadual.

Em relação às obras do Conjunto Residencial Jardim Antártica e ao condomínio Paulo Coelho Machado, a Emha informa que a execução está a cargo da empresa VBC Engenharia Ltda. "O processo encontra-se em estágio avançado, com a VBC Engenharia submetendo o projeto às análises da Caixa Econômica Federal", informa em nota.

A agência também informa que no caso dos empreendimentos nos bairros Costa Verde e Nova Bahia, o processo de chamamento público para seleção da empresa interessada ainda está em andamento.

Dourados - Com o segundo maior número de unidades habitacionais, Dourados, a 251 km da Capital, terá a construção de 240 no Residencial Vival dos Ipês, no bairro Vida Nova. O diretor da Agehab (Agência de Habitação) de Dourados, Diego Zanoni Fontes, destaca que o processo de chamamento público foi concluído, e estão otimistas quanto ao início das obras ainda neste semestre.

"Já realizamos algumas reuniões com a Caixa Econômica para acompanhar o processo de aprovação e contratação junto ao FAR (Recursos do Fundo de Arrendamento Residencial) por intermédio da Caixa Econômica Federal. Tudo está avançando conforme o esperado, e estamos confiantes de que concluiremos este processo antes do prazo previsto na portaria do Ministério das Cidades", afirmou Diego Fontes.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias