ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, DOMINGO  13    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Nervosa com fuga de cachorro, mulher infarta e morre no meio da rua

Vizinhos relatam que a idosa sentiu medo de o animal atacar gato; socorristas foram acionados, mas ela não resistiu

Por Liniker Ribeiro e Ana Paula Chuva | 16/02/2021 17:28
Ambulâncias do Samu e Corpo de Bombeiros estiveram no local, mas mulher não resistiu (Foto: Direto das ruas)
Ambulâncias do Samu e Corpo de Bombeiros estiveram no local, mas mulher não resistiu (Foto: Direto das ruas)

Idosa, de aproximadamente 70 anos, morreu na tarde desta terça-feira (16) após sofrer infarto ao se assustar com a fuga de um cão de grande porte, na Rua Marco Ferraz, no Conjunto José Abrão, em Campo Grande. Segundo vizinhos, a cuidadora de animais ficou com medo de o cachorro atacar um dos gatos criados por ela.

Vizinho, aposentado, de 59 anos, conta que estava conversando com a moradora, quando o cão escapou de uma residência. “Ela ficou com medo do cachorro atacar o gato dela, chegou a pegar um pedaço de madeira, e isso deixou ela muito abalada”, comenta o morador.

“Ele [o cão] não chegou a atacar, só estava solto, mas ela ficou nervosa na hora”, complementa.

Idosa morava em rua do conjunto José Abrão (Foto: Paulo Francis)
Idosa morava em rua do conjunto José Abrão (Foto: Paulo Francis)

O vizinho afirma ainda que chegou a ir em casa buscar um copo d’água para ajudar a acalmar a moradora, mas quando ele retornou, a mulher já estava caída. “Encontrei ela no chão”.

Equipes do Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foram acionadas, mas a idosa não resistiu.

Amor pelos bichos – Outra pessoa que mora na região, mulher que pede para não ser identificada, destaca o cuidado que a moradora sempre teve com os animais.

“Ela era muito ligada aos animais, alimentava eles e a aposentadoria dela era praticamente toda para isso”. A moradora também lamentou o ocorrido. “Ela conseguiu recolher o gato, mas ficou nervosa com a situação”.

Ainda segundo vizinhos, esta não foi a primeira vez que o cão escapou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário