ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SÁBADO  08    CAMPO GRANDE 19º

Capital

No estado, teste "padrão" para detectar covid tem variação de 60% no preço

Procon-MS fez levantamento de preços em oito laboratórios da Capital, de 3 a 8 de julho

Por Leonardo Rocha | 10/07/2020 10:50
Exame para detectar se a pessoa está com covid (Foto: Divulgação - Procon)
Exame para detectar se a pessoa está com covid (Foto: Divulgação - Procon)

A pesquisa realizada pelo Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) mostrou que o exame PCR, considerado “padrão” para detectar se a pessoa está com coronavírus, tem uma variação de preço de até 60% nos laboratórios de Campo Grande.

O exame PCR  é o modelo molecular, onde na maioria da vezes se usa um cotonete no nariz do paciente, para recolhimento do material genético. Ele teve uma variação de 60% nos valores, sendo cobrado R$ 250,00 no Ultralab e R$ 400,00 no Biodiagnostic.

Este levantamento foi feito entre os dias 3 e 8 de julho, em laboratórios de Campo Grande. A pesquisa também avaliou o teste sorológico, onde é feito uma pequena quantidade de sangue para saber se a pessoa tem anticorpos contra o vírus. Neste caso a variação (preços) chegou a 52%.

No Laboratório Novalab o exame (sorológico) custa R$ 230,00, enquanto que no Labclin chega a R$ 350,00. Já nos chamados “testes rápidos” a variação do preço chegou a 87,5%, custando R$ 160,00 na Ultralab e R$ 300,00 na Labclin. (confira toda pesquisa).

O Procon ainda avaliou o prazo para entrega de resultados, sendo que no exame PCR varia de quatro a sete dias. Já no sorológico vai de um a quatro dias, enquanto que nos testes rápidos, o paciente é informado (resultado) entre duas horas e um dia útil. Foram pesquisas oito laboratórios.