ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  25    CAMPO GRANDE 25º

Capital

No pior dia da pandemia, uma pessoa foi internada a cada 20 minutos na Capital

Terça foi dia de recorde dramáticos em Campo Grande, 1.036 pessoas testaram positivo covid e 34 morreram

Por Anahi Zurutuza | 31/03/2021 11:10
UTI no Hospital Regional de Campo Grande (Foto: Saul Schramm/Arquivo)
UTI no Hospital Regional de Campo Grande (Foto: Saul Schramm/Arquivo)

A terça-feira (30) foi dia de recordes dramáticos em Campo Grande: 1.036 pessoas foram diagnosticadas com a covid e 34 morreram em decorrência da doença. No pior dia da pandemia para a Capital, 73 pessoas foram internadas – uma a cada 20 minutos.

Os dados são do comparativo entre os boletins epidemiológicos referentes aos dias 29 e 30. O último Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) só foi disponibilizado na manhã de hoje, embora geralmente o documento seja publicado sempre nos fins de tarde.

O histórico epidemiológico da Capital mostra que a semana passada foi a pior já enfrentada até agora. Foram 134 mortes, superando em 54% o recorde do ano de 2020, quando o máximo registrado foi de 87 óbitos em uma semana. Veja o comparativos nos gráficos:

Fonte: Sesau
Fonte: Sesau

O maior número de mortes já registrados em 24 horas na Capital havia sido 25, há seis dias. Na contagem do boletim de ontem, entraram mortes registradas entre os dias 25 e anteontem, maior parte de pacientes idosos, mas também de pessoas na faixa dos 30, 40 e 50 anos.

Internados e positivos - Até ontem, 599 pessoas estavam internadas na cidade, 270 em UTIs (Unidades de Tratamento Intensivo). Além dos 1.036 casos confirmados, a Capital tinha até esta terça, 3.110 pessoas com suspeita da doença.

Do início da pandemia até agora, Campo Grande já teve 85.062 pessoas diagnosticadas com a covid e 1.867 mortes.

Fonte: Sesau
Fonte: Sesau


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário