A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

08/03/2011 13:50

No União, esgoto transborda e leva dejetos para dentro das casas

Nadyenka Castro e Ricardo Campos Jr.

Moradores dizem que convivem com o problema há 15 anos

Gramado ficou marrom por causa dos desejetos que saem das poças devido à chuva. (Foto: Ricardo Campos Júnior).Gramado ficou marrom por causa dos desejetos que saem das poças devido à chuva. (Foto: Ricardo Campos Júnior).

O grande volume de chuva dos últimos dias fez o esgoto de várias residências do bairro União, em Campo Grande, transbordar e levar dejetos para dentro dos imóveis. Moradores dizem que o problema existe há 15 anos e já foi mostrado anteriormente pelo Campo Grande News.

O problema acontece principalmente nas casas da rua Zacarias de Paula Nantes, uma via estreita. De um lado é a parte alta e de outro, na baixa, há um extenso gramado antes de se chegar às calçadas das residências. E é aí que mora o problema.

Segundo o presidente da Associação de Moradores do Bairro, Gerson Tadeu Tosta Espíndola, há muitos foi feita a ligação da rede de esgoto no bairro e os próprios moradores fizeram a ligação de água pluvial para o local.

Com isso, a água da chuva se acumula com a de esgoto e quando há um grande volume de precipitação, a poça transborda e os dejetos “decoram” a grama, calçadas e interior das casas.

Na manhã desta terça-feira, abençoada pelo sol, o que se via no bairro eram moradores lavando os imóveis. O mau-cheiro era muito forte e as gramas estavam na cor marrom.

“Não tem sistema de água pluvial. Os moradores fizeram a ligação de água pluvial para o esgoto, aí enche, transborda e começa entrar nas casas”, explica Gerson Tadeu. “De 15 anos para cá a comunidade está sofrendo com a invasão do esgoto nas residências”.

O gramado da residência do escrivão Ivan Ribeiro da Silva, 49 anos, é um dos cenários desta situação. Ele conta que a água não entra na casa dele porque o imóvel é mais alto, no entanto, inunda toda a grama. “Vira um rio. Na minha casa não entra, mas nas casas ao lado sim”, disse.

Presidente da Associação de Moradores mostra barricada em residência. (Foto: Ricardo Campos Jr.)Presidente da Associação de Moradores mostra "barricada" em residência. (Foto: Ricardo Campos Jr.)

Uma moradora da rua Paulo Hideo Katayama, que não quis se identificar, relata que já teve que lavar a casa dela três vezes nesta semana por causa das visitas indesejáveis. “Em uma delas, em questão de dois minutos depois a chuva começou e já entrou tudo de novo”, conta. “A prefeitura não fez um bueiro nesta rua”, reclama ela, que colocou sacos de areia para impedir novas “invasões”.

Solução- Para Ivan, o que falta no bairro é um sistema eficiente de escoamento de água pluvial. “Não importa se é a Águas Guariroba ou a prefeitura, queremos esse problema resolvido”, fala.

Ele já fez diversas reclamações para a empresa responsável pelo serviço de água e esgoto na Capital. Hoje pela manhã uma equipe esteve em frente à casa dele e fez um trabalho paleativo de solução para o problema.

Foi tirada a tampa da fossa e colocada uma manilha. Com isso haverá mais espaço para água. Thiago Maziero, gestor da Águas Guariroba, explica que o problema no União é o mesmo que no Paulo Coelho Machado, Bonança e Estrela do Sul.

Ele explica que nestes locais, ao contrário dos bairros mais novos, a rede de esgoto foi feita antes da drenagem pluvial e não foi construída para suportar a água da chuva. E por causa disso, as fossas transbordam. De acordo com Thiago, será feito um comunicado oficial à prefeitura sobre a situação e cabe à administração municipal decidir o que será feito.

“Gostaria que o diretor da Águas e o município discutissem com seus engenheiros sobre o problema da água pluvial para que possa resolver esta questão”, declara o presidente da Associação dos Moradores do União.

Chuva dá trégua e temperatura sobe, prevê Inmet
Ventos se afastam de MSA chuva que causou estrago em diversas regiões do Estado dá uma trégua e a temperatura sobe. Esta é a previsão do tempo do In...
Meteorologia prevê mais chuva em Mato Grosso do Sul nesta 3ª feira
A terça-feira de Carnaval deve ser nublada, com pancadas de chuva e trovoada em Mato Grosso do Sul. De acordo com o Inmet (Instituto Nacional de Mete...


Lamento a situacão enfrentada pelos moradores do bairro. Espero que a Prefeitura tenha a melhor solução para solucionar a situação e que de explicações aos moradores. Só acho injusto comentarem que esse tipo de problema é da periferia. Moro num bairro bem conceituado chamado Itanhangá Park e aqui já enfrentei muitos problemas quando acontecem essas chuvas loucas de quase 10 dias sem parar. O próprio prefeito tem uma propriedade por aqui que já alagou várias vezes, ou seja, se ele fosse agir em interesse próprio, a situação aqui já tinha de estar domada, não é mesmo? Temos que reconhecer que tem chovido fora do normal. Prefeito, acreditamos no senhor e esperamos que consiga a melhor solução para esta bela Morena.
 
Edvan Barbosa em 09/03/2011 10:40:04
Moro na Rua Paulo Hideo Katayama também, e cada vez que chove, a situação fica mais grave, minha casa nesse fim de semana no fundo ficou alagada, a ponto de entrar água dentro de casa, porque onde deveria escoar a água estava inundada e a água da rua junto com a água da chuva, e ficou um caos. O banheiro não funcionando por causa dessa rede de esgoto, "fantástica" que não funciona. Tenho dois filhos pequenos, que ficaram apavorados com essa situação. Sr. Prefeito e autoridades, por favor, dê dignidade e respeito a nossa família, tenho certeza que fosse no seu bairro, não demoraria 15 anos pra resolver, té porque nossos IPTUs e Esgotos que pagamos são caros e nos dá direito de exigir o minimo.
 
Rosi Schwartz em 09/03/2011 09:17:13
Este problema já é do conhecimento de todos, acontece que não dão bola para o nosso problema na perifieria, administração tanto Estadual e municipal são populistas e de nós so interessam pelo nosso voto. Se o problema fosse em um bairro nobre onde moram os bacanas o problema receberia outra atenção e tão logo uma solução seria dado. Lembram da enchente no cachoerinha viabilizaram um monte de recursos, construiram indenizaram os moradores porque são imóveis de gente rica, ao contrário no união os imóveis são de gente pobre que lá moram. Filosofia da vaca pra periferia, esperem a chuva passar....
 
Edilson Silva em 08/03/2011 07:23:11
Moro no conjunto uniao e posso atestar tudo isso que esta acontecendo...e tem coisa pior, quebraram um pedaço da cerca que separa a vila do aeroporto e toda agua de chuva do aeroporto e da base aerea desaguaram nas ruas denossa vila...agora quem irá consertar os buracos??? quem irá higienizar as casas invadidas por essas águas???? eles resolvem o problema do aeroporto jogando a água na nossa vila????? qdo nosso prefeito irá mandar consertar nossas ruas???? e as q estao sem asfalto??? alguem irá vir consertá-las???? ruas cheias de valas. pedras, que destroem nossos veículos... um absurdo... precisamos de ajuda tbem...
 
Rose Farfan em 08/03/2011 05:35:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions