ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Nos terminais, usuários passam por testagem e aferição de temperatura

Trabalho será feito nos terminais de Campo Grande até quarta-feira e em postos de aglomeração, como Mercadão

Por Silvia Frias e Viviane Oliveira | 01/06/2020 08:21
Passageiro passa pela aferição de temperatura no Terminal Morenão (Foto: Henrique Kawaminami)
Passageiro passa pela aferição de temperatura no Terminal Morenão (Foto: Henrique Kawaminami)

A partir de hoje até quarta-feira, usuários do transporte coletivo que passarem por terminais de Campo Grande poderão ser submetidos à aferição de temperatura e teste rápido para novo coronavírus (covid-19). Esta manhã, as equipes estão no Morenão, Guaicurus e Moreninhas.

O trabalho começou às 5h30 e será feito até 8h3o. No Morenão, a equipe é formada por 21 profissionais, entre supervisor, agente de combate a endemias, equipe de educação e saúde e voluntários. Eles se dividem na abordagem dos usuários do transporte, aferição da temperatura e testagem rápida, feita com picada no dedo, coleta de sangue e resultado em 15 minutos.

Silvia disse que não é hora da população relaxar (Foto: Henrique Kawaminami)
Silvia disse que não é hora da população relaxar (Foto: Henrique Kawaminami)

A coordenadora de Vigilância em Saúde Ambiental, Silvia Barbosa do Carmo, a testagem rápida somente está sendo feita com pessoas que apresentem sintomas condizentes com novo coronavírus nos últimos sete dias ou que, na aferição, apresentem febre de 37,8ºC. De todos que foram abordados, apenas quatro se encaixavam no perfil, foram testados, mas com resultado negativo.

“Não é hora de relaxar, nem de descansar”, alertou Silvia. A ação nos terminais, segundo ela, é uma forma de fazer com que a população fique atenta, saia somente se for necessário e se proteja.

As equipes fizeram trabalho protegidas com luvas e máscaras. Amanhã, os grupos vão aos terminais General Osório, Hércules Maymone e Nova Bahia; na quarta-feira, no Aero Rancho, Bandeirantes e Julio de Castilho.

Testagem com resultado que sai em 15 minutos (Foto: Henrique Kawaminami)
Testagem com resultado que sai em 15 minutos (Foto: Henrique Kawaminami)

No período da tarde, as ações será feitas nos locais de aglomeração, como na Avenida Calógeras, entre Afonso Pena e 15 de Novembro, na entrada do Camelódromo, pela 15 de Novembro e em frente ao Mercadão, na Rua 7 de Setembro.

Pelo menos no terminal Morenão, o apelo pelo uso de máscara foi assimilado. Durante o tempo em que a reportagem acompanhou o trabalho da prefeitura, todos que circulavam pelo local usavam máscara, porém, o distanciamento nem sempre era cumprido.

Dos 4 testes feitos, nenhum positivo (Foto: Henrique Kawaminami)
Dos 4 testes feitos, nenhum positivo (Foto: Henrique Kawaminami)

A funcionária pública Marilei Gonçalves Legal, 40 anos, estava a caminho do trabalho e foi submetida ao teste rápido. O marido dela trabalhava na mesma empresa do caminhoneiro de 61 anos que morreu por conta do novo coronavírus na cidade, a 7ª vítima de Campo Grande. “Parei para fazer hoje, é a primeira oportunidade”, disse.

Outra que também fez o teste foi a estagiária de Marketing, Rubia Morgana. Com temperatura normal, foi submetida à testagem por ter apresentando sintomas como dor de cabeça, dor abdominal, tosse e espirro. Embora tenha problema de alergia, ficou preocupada, mas o resultado foi negativo.

Rubia disse que sempre toma cuidado e, com exceção da rotina obrigatória de ir ao trabalho, evita sair de casa, indo, no máximo, no mercado. Foi nesse local que se assustou com a displicência das pessoas. “Não guardam distância, gente sem máscara, ontem fiquei assustada, as pessoas não estão se importando, acho bem perigoso”.