A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

17/01/2013 13:22

Obra em cratera que ameaça Chaadi Scaff depende que chuva dê trégua

Aline dos Santos e Mariana Lopes
Segundo Semy, será uma obra mais difícil. (Foto: Luciano Muta)Segundo Semy, será uma obra mais difícil. (Foto: Luciano Muta)

A obra para dar fim à cratera que ameaça a rua Chaadi Scaff, no bairro Itanhangá, depende que a chuva dê trégua. Neste cenário, a intervenção deve durar de 10 a 15 dias. “Temos que fazer uma caixa de concreto armado, tem um volume de água muito grande. É uma obra mais difícil”, afirmou o titular da Seintrha (Secretaria de Infraestrutura, Transporte e Habitação), Semy Ferraz.

De acordo com o secretário, no local há a junção dois tubos e uma caixa de gabião, sujeito à infiltração. O problema, que começou pequeno no mês passado, foi agravado após as fortes chuvas e agora ameaça chegar ao asfalto. O local foi sinalizado e interditado nesta semana pela Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito).

Nesta quinta-feira, foi concluída a obra na avenida General Alberto Mendonça Lima, bairro São Conrado. No local, uma cratera engoliu um Fiat Pálio.

Especialista – Sobre a avenida Ernesto Geisel, onde há constantes alagamentos,Semy afirma que será contratado um especialista para avaliar se o projeto em andamento vai resolver o problema. A prefeitura de Campo Grande recebeu recursos do PAC (Plano de Aceleração do Crescimento).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions