ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Obra na Ernesto Geisel será retomada na 2ª feira e com interdição parcial

O retorno acontece após nove meses de paralisação por atraso em repasse da União

Por Aline dos Santos | 04/08/2020 12:05
Em março, dois lados da margem cederam após chuvas mais fortes. (Foto: Henrique Kawaminami)
Em março, dois lados da margem cederam após chuvas mais fortes. (Foto: Henrique Kawaminami)

Paralisada há nove meses por atrasos em repasse do governo federal, as obras de revitalização e controle de enchente às margens do Rio Anhanduí serão retomadas na segunda-feira (dia 10).

De acordo com a prefeitura de Campo Grande, trecho da Avenida Ernesto Geisel (sentido bairro ao Centro) será interditada entre as ruas Santa Adélia e Ceres.

A Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) vai definir rota alternativa para quem segue da região do Bairro Aero Rancho para o Centro da cidade. A previsão é que a instalação do novo interceptor da rede de esgoto demore cerca de 90 dias

Pelo interceptor é escoado o esgoto coletado na cidade até a Estação de Tratamento no Jardim Los Angeles. A tubulação custou R$ 900 mil e foi paga pela Águas Guariroba.

 A empreiteira responsável pelos dois lotes onde haverá intervenção (entre as ruas da Abolição e do Aquário) vai instalar o canteiro de obras ainda nesta semana.

Um trecho de 1,5 km da pista bairro-centro da Avenida Ernesto Geisel será refeito, incluindo base e uma nova capa asfáltica

Segundo a prefeitura, 60% do projeto de revitalização já foi  executado, com  investimento de R$ 29.482.754,49. Durante a paralisação, a Caixa Econômica Federal aprovou a reprogramação do projeto, que teve custo adicional de R$ 1,5 milhão.

 O canal já está pronto nas duas margens do lote 1, que tem 410 metros (entre as ruas Santa Adélia e  Abolição). Ainda é preciso fazer ciclovia, implantar o guard rail e urbanização.

Nós outros dois lotes, que juntos têm 1.260 metros, da Rua da Abolição até a Rua do Aquário, a margem direita (sentido bairro) está pronta. Na margem esquerda, o serviço foi interrompido porque havia risco de danificar o interceptor  de esgoto com a movimentação de terra.

Atualmente, equipes da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos estão trabalhando na reconstrução de um trecho de 20 metros do canal (feito há mais de 40 anos), que caiu durante chuva forte neste ano.

A obra faz parte de um conjunto de ações para controle de enchentes nos bairros Marcos Roberto, Jockey Clube, Jardim Paulista e Vila Progresso.

Regras de comentário