A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/11/2011 20:05

"Obrigada, senhores médicos", protestam filhos de mulher morta

Ana Paula Carvalho e Viviane Oliveira

Manifestação foi em frente ao posto de saúde onde ela foi atendida primeiro. Família reclama de demora na transferência para hospital de mulher que morreu após hemorragia

Meninos seguram cartaz durante manifestação após a morte da mãe deles (Foto: Simão Nogueira)Meninos seguram cartaz durante manifestação após a morte da mãe deles (Foto: Simão Nogueira)

Comoção e muita tristeza marcaram a manifestação de familiares e amigos de Cyntia Maria Ruiz Savala, de 34 anos, que morreu após passar quase 10 horas esperando ser transferida a um hospital, em frente à Unidade de Pronto Atendimento do bairro Guanandi.

“Obrigado, senhores médicos por tirarem a vida da nossa mãe”, dizia o cartaz carregado pelos filhos, de 13 e 9 anos. Outros pediam por justiça, alegando que “inocentes estão pagando com a vida”.

A mãe de Cyntia, Inesita Ruiz, conta que ela foi levada para a UPA pela ambulância do SAMU às 7h, com muitas dores, ela foi atendida e medicada. Por não conseguir informações, mesmo tranquila, ela resolveu entrar escondida onde a filha estava.

Quando chegou, encontrou Cyntia caída no chão do banheiro “mole e com muito sangue”. “Mãe, me deram um remédio que eu estou tremendo”, foi o que ela disse para Inesita.

A mãe achou estranho e “implorou” para falar com a médica que estava de plantão. Segundo ela, apenas o guarda municipal intermediava esse contato.

Percebendo a gravidade do caso, a família pediu para levar Cyntia para um hospital particular no carro deles. A médica não permitiu.

Por volta das 17h, a ambulância do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou e transferiu a paciente para o Hospital Regional.

Quando chegou ao HR, segundo Inesita, ela estava branca por ter perdido muito sangue. O médico fez um exame de sangue e descobriu que ela estava grávida – Ninguém sabia, nem mesmo Cyntia. A mulher recebeu uma transfusão de sangue e estava sendo levada para a sala de cirurgia, quando não resistiu e morreu.

Inesita questiona porque a filha demorou tanto para ser transferida a um hospital, se era “visível que ela não estava bem”.

“Ela saiu do posto toda entubada, para você ver como o estado dela era grave”, diz Ana Rita Ruiz, irmã da paciente.

UPA - De acordo com Talita Moreira Silva, gerente administrativa do posto, o prontuário da mulher foi encaminhado a Sesau e um processo administrativo será aberto para identificar se houve erro médico.

Ainda segundo ela, no documento consta que a medica solicitou ao SAMU a transferência da paciente ao hospital, mas a viatura chegou às 17h apenas com um enfermeiro.

Quanto á transferência dela para um hospital no carro da família, ela explicou que isso não é permitido quando o paciente está em estado grave.

Ela também relata que Cyntia deu entrada apenas com dores e o quadro foi se agravando na UPA.



Amigas!não adianta votar ou não votar,é assim sai joão e entra João,tudo igual,pobre de quem precisa de um atend, em posto de Saúde, se estivessem cuidando da Cintya éla não estaria só no banheiro, são medicos e enfermeiros sem amor e competencia, que tiram seus diplomas na banguela,não sabem e não querem se responsabilizar pelas vidas que lhe são confiadas,não respeitam nem o juramento feito.
 
Luzimar Santos em 22/11/2011 02:44:14
é agora nao adianta protestar perdemos um peço de nos minha prima se foi e deixou para tras dois lindos meninos, que se revolta tao cedo com a irresponsabilidade de quem devia ter muito cuidado com a nossa saude.descance em paz!!!!
uma pessoa maravilhosa que infelizmente se foi e agora vamos ouvir a culpa foi do outro e nesse empurra empurra vao se livrar rapido pois ela ja se foi mesmo...
 
Adriana Ruiz Menezes em 21/11/2011 11:43:13
SOU IRMÃ DA CYNTIA ESTAMOS TODOS ABALADOS COM ESSA PERDA OS FILHOS NEM SE FALA AQUI VAI UM DESABAFO DE UMA FAMILA DESTRUIDA POIS NÃO DURMIMOS MAIS DE TANTA SAUDADE DE TANTA INDIGUINAÇÃO POIS NÃO DERAM CHANCE PARA A MINHA IRMÃ SOBREVIVER TIRARAM ELA DE NOS ME DIGAM PORQUE ?
 
SONIA ALICE RUIZ em 21/11/2011 09:40:12
Infelismente a saúde pública de campo grande,é ruim.muito ruim.Teria que colocar um político por mes a ser atendido nos postos de saúde,Sentiriam na pele oque é isso.Lamento falar isso,mas provo.Que tal pagar melhor enfermeiros e médicos?Deus dê o conforto para esses filhos que perderam a mae,o amor mais puro desse mundo.O políticos deveriam se colocar no lugar desses meninos.Piedade senhor.
 
elza haito de oliveira em 20/11/2011 12:25:41
Não há respeito e tampouco comprometimento com a vida humana, a maioria estuda medicina buscando enriquecimento e status, culpam os baixos salários, mas, não assumem os erros e o juramento feito na faculdade se perde... e poucos são punidos, infelizmente, brincam com a vida das pessoas e quem sofre é a família e o que dói é que não vira em nada, a pobre mulher será apenas um dado na estatística.
 
jair fernandes junior em 20/11/2011 05:43:24
Era o que estava faltando mesmo alguem morrer de esperar, para ser atendida neste posto. Minha mãe passou por uma situação parecida estava com muita hemorragia e dor e não foi atendida o medico olhou para ela disse parar procurar por conta propria um outro atendimento.Mas que tristeza a essas crianças e aos familiares.Espero que a justiça seja feita.
 
lana steffani em 19/11/2011 12:53:14
Infelizmente mais uma vítima do nosso SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE, mais uma vez uma mãe de família precisa perder a vida para evidenciar o descaso da saúde pública brasileira! Lamento muito, e assim como o colega acima afirmou, espero que esta vergonha, descaso ou qualquer outra denominação chegue aos políticos e que estes tomem alguma providência...
 
Andressa Alves em 19/11/2011 12:42:46
Força ao familiares e que Deus tenha misericordia do povo que tanto sofre pois só Deus mesmo para nos ajudar!
 
ELOISA ALVES FERREIRA em 19/11/2011 12:09:54
Esses funcionários de postos de saude e os medicos quando fazem um crime como este se equiparam a fernandinho beira mar, nem e tantos outros "bandidos" famosos!!! A diferença e que eles são contratados e estudam pra isso!O estado tem que indenizar a familia.
 
Rosa Marlene da Silva em 19/11/2011 11:39:51
SENHOREES AUTORIDADES, VAMOS DEIXAR DE NOS PREOCUPAR COM OS CIDADÃO, COM AS PESSOAS DO BEM, COM QUEM PAGAS OS IMPOSTOS E ENGRADECE ESSE MUNICÍPIO
PRA se preocupar com bandidos, traficantes é isso que nossa comunidade merece

enquanto uma mãe MORRE EM UMA UNIDADE DE SAUDE ( SÉ É QUE PODE CHAMAR ASSSIM), UM AGENTE POLICIAL ( HUDSOM) MORRE ATENDENDO A SEGURANÇA DA POPULAÇÃO

NEI SALVIANO


 
zildeneis salviano em 19/11/2011 11:37:13
LAMENTÁVEL ,mais esse fato

AINDA VEM FALAR se HOUVE ERRO MÉDICO, por favor né senhores UMA MAE DE FAMILIA MORREU... ainda VEM COM ESSE PAPO DE SE HOUVE ERRO MEDICO

VAMOS CHAMAR DE NEGLIGENCIA, IMPRUDENCIA, IMPERÍCIA OU SEJA LÁ O QUE VOCES ACHAR BACANA ta BOM

UM ABRAÇOS E ESPERO QUE QUANDO DO ATENDIMENTO AOS SEUS FAMILIARES NÃO HA O FAMOSO ERRO MÉDICO

NEI SALVIANO
 
zildeneis salviano em 19/11/2011 11:31:18
QUERO DEIXAR AQUI UMA MENSAGEM DE INJURIA,POR CONTA DESTE DESCASO COM NOSSO POVO,POVO ESTE QUE PAGA SEUS IMPOSTOS E VAI AS URNAS COM MUITO ORGULHO PARA ELEGER SEUS REPRESENTANTES MAIS QUANDO REALMENTE PRECISAMOS DELES ELES SOMEM, NOSSA SAÚDE ESTA LARGADA E QUEM SOFRE SOMOS NOS A CLASSE MENOS FAVORECIDA QUE NÃO PODE PAGAR POR UM PLANO DE SAÚDE POLÍTICOS CADE VOCÊS ONDE VOCÊS ESTÃO EM UMA HORA DESTA
 
AGNALDO ROSA BARBOSA em 19/11/2011 11:18:15
Hoje não temos médicos comprometidos com a vida,são aqueles filhinhos de papai que passam o período da universidade enchendo a cara e fazendo farra,ai se forma e não estao nem ai para o dever que a profissão requer e indignante.
 
Fabio vaz em 19/11/2011 11:00:46
Esse é o retrato da Saúde em todo o país! o mais perfeito abandono !Enqto isso os políticos estão roubando. É lamentável. Uma vergonha !!!!!!! o descaso total!
Muito triste ! Muito sofrimento para a família !
 
Celina Flores em 19/11/2011 10:54:29
O PROBLEMA no paisinho que vivemos começou em 1.500, NÃO TEM SOLUÇÃO!!!
 
Silvio Cesar em 19/11/2011 10:53:40
nós mesmos temos a culpa por tais barbaridade, pois elegemos nossos representante, exemplo: um medico no governo do estado do mato grosso do sul, e um medico na prefeitura de campo grande, que tal trocar por leigos no assunto. talvez esses leigos como governantes tenha humanidade e respeito por nós cidadão e não deixa que aconteça isso com uma "mãe".
 
genildo duarte em 19/11/2011 10:31:11
Queria poder olhar na cara desta "médica", e falar: RASQUE ESSE DIPLOMA, vc não é digna de estar representado a classe. Presisamos, acorda meu povo, chega de abaixa a cabeça e engoliar falsos médicos e governantes, que só pensam em ganhar dinheiro e não respeita a população.
 
alexandre amaral em 19/11/2011 10:30:37
Isso que aconteceu mais uma vez no posto guanandy é lamentável, não estamos aqui para demagogia, espero que nossas autoridades tome uma atitude energética, tipo: exonerar essa "médica, enfermeira e outras pessoas que foram omissas", que sabiam da gravidade e não tomaram nenhuma atitude. Portanto, Sr. prefeito e secretário estamos esperando resposta. E param de achar que este tipo de médico é DEUS
 
alexandre amaral em 19/11/2011 10:24:17
Essas coisas acontece muito...as pessoas chegam nos postos de saúde passando mal e entre um atendimento e outro os médicos tem a capacidade de fechar a porta e irem tomar cafezinho,enquanto os pacientes estão se acabando de dor la fora.Esse é mais um descaso, se ela estava desse jeito tinham que solicitar uma ambulância com a máxima urgência e não deixar a mulher agonizar ate a morte...E agora?
 
solange gomes em 19/11/2011 10:09:16
Realmente a saude publica é um caos total, mas isso nao acontece so no SUS nao gente na rede particular tambem, meu irma acidentado as 18 00 precisava fazer uma tomografia da qual so foi feita no outro dia ja quaze 11 30 da manha pq eu o coloquei no carro e levei .... pq se dependesse so hospital talvez ele estive-se la ainda ... e a proposito ele teve um traumatismo craniano .....ele tem unimed
 
Rosana Costa em 19/11/2011 09:58:45
Uma vez levei minha mãe, com dores e febre no PS Guanandy, sendo que depois de muito esperar, ela entrou p/ ser atendida por uma médica, e em um minuto minha mãe sai chorando. Perguntei o que houve e ela disse que ao sentar p/ ser atendida e esperando o q a médica lhe perguntava, recebeu um grito: SE VOCÊ NÃO ME FALAR O Q TÉM, NÃO POSSO LHE ATENDER. Infelizmente erros médicos são enterrados
 
valter oliveira em 19/11/2011 09:22:46
Se não começar a haver punição para este mal médicos, a população de baixa renda está frita , já que este médicos que na maioria são muito jovem e cheio de querer e o pior sabem muito pouco do que estão fazendo, e ainda são cheio de falta de educação e querem nos posto de saúde se acharem um Deus,os nossos governantes devem tomar uma medida urgente para que isto não volte ocorrer.
 
haroldo jose fernandes nogueira em 19/11/2011 09:15:16
um absurdo tao jovem se foi deixando seus filhos ainda crianca,,, Prefeito vamos ver q acontece na Saude em campo grande qe ta horror
 
roseli cardoso em 19/11/2011 09:13:36
Ainda vao verificar se houve erro médico no posto, como é isso que inrresponsabilidade da primeira medica.
Que vergonha esse posto do guanandi e outros muitos mais de Campo Grande e ninguém faz nada, depois perdemos a cabeça com os médicos q nao se interessam pelos pacientes, os pacientes sao agressivos...Quantas pessoas vao morrer por falta de um exame simples ou um atendimento humano como deve!
 
Sângela Lima em 19/11/2011 09:08:59
Meu Deus! quanta imprudencia, até quando vamos ter que pagar por nossas propria vida, Que Deus conforte mais uma familia em sofrimento.
 
Eloir Afonso em 19/11/2011 09:05:17
q horror ... lamento pelas criancas, que DEUS as abencoe.
 
maria helena em 19/11/2011 09:02:13
pode ficar tranquilos meus filhos porque infelizmente nao se condena medicos vao dizer um monte de coisa que e bem possivel condenar a pobre que perdeu a vida e nunca a idiota que atendeu e muito menos a UPA
 
Alcemir Remelli em 19/11/2011 08:58:15
Hoje médico é apenas status e dinheiro, mais nada, não existe mais amor a profissão.
Mais uma vez uma pessoa perde a vida com incompetência desses falso médicos, tinham que ser presos e não apenas processos administrativos. O engraçado é que quando os políticos precisam de médico vão pra Sp, nos melhoras hospitais particulares tinham que ser obrigado a usar hospitais e pronto-socorro igual a todos
 
Sérgio Martins em 19/11/2011 08:56:23
É uma vergonha o que acontece com os postos de saude em campo grande e tambem a porcaria do samu que se ve varias ambulancias nos postos parados e quando precisa eles falam que nao tem, esperam a pessoa morrer para eles nao terem que ir buscar, uns dias atras minha mae estava no terminal de onibus e uma senhora passou mal, eles ligaram umas 500mil vezes para o samu e sempre falavam que nao tinha.
 
Alexandre Lima em 19/11/2011 08:50:51
não se preocupem senhores, o ano que vem terá eleição municipal, e novamente iremos ouvir falar inumeras vezes que a saude vai melhorar, a educação irá melhorar, a segurança irá melhorar. ka ka ka ka ka ka é de chorar de rir não acham, tenho 53 anos e a pelo menos 30 anos escuto esse papo furado. e nen assim aprendemos a lição.
 
neuza camargo em 19/11/2011 08:50:18
Lamentável, quem já trabalhou em posto de saúde sabe que um prontuário não diz a 'verdade' sempre. Alguns médicos se comportam como verdadeiros 'astros' e esquecem quem paga o salário. Não estão fazendo um favor ao atender é a função, não gosta peça exoneração!!
A saúde de Campo Grande esta doente e não vem com essa que é uma das melhores do país, é obrigação do Estado garantir ótima.
 
Daniela Rocha em 19/11/2011 08:44:55
É por isso que eles quaze apanham em postos de saude, essa medica tem que ser casado o crm dela, ela não é capacitada para cuidar a vida de um ser humano, como deixam uma animal desses trabalhar para tirar a vida das pessoas que depedem de um medico? QUERO VER SE ELA VAI FICAR IMPUNE, gostaria que a sociedade sul matogrossense, se unissem para pedir justiça, nao devemos permitir que essa medica c
 
selma dos santos em 19/11/2011 08:40:26
Muito triste, dizer que a situação é insustentável é como chover no molhado, eu também gostaria muito que nossos políticos fossem obrigados a utilizar a assistência dos Postos de Saúde.
 
Rosangela Mello em 19/11/2011 08:00:13
infelismente não si faiz médicos como antes!!lamentavél esse fato a saúde de campo grande está em uma altura inesplicavél.. ki Deus os consola pois perder uma mãe a essa altura da idade não deve ser facil..infelismente as pessoas hj em dia não kerer exercer essa profissão por gosta, e sim pelo dinheiro por isso ki isso ta si tornando normal no brasil.
 
andre gomes em 19/11/2011 07:53:37
O que nos revolta é que este caso é apenas mais um de tantos que acontecem diariamente na saúde pública. A impunidade e o corporativismo está a favor dos maus profissionais, que não cumprem o juramento de zelar pela vida. A maioria quer apenas pensar na grana que vai receber e dane-se as pessoas mais necessitadas. Vida e morte é só uma questão de dinheiro. É preciso por essa renca na cadeia.
 
Antonio Marques em 19/11/2011 06:56:47
ISSO REALMENTE É UM ABSURDO,ALEGAM QUE NÃO TINHA AMBULÂNCIA PARA FAZEREM A TRANSFERÊNCIA DA PACIENTE.MAS NO DIA DA MANIFESTAÇÃO DA FAMÍLIA RAPIDAMENTE APARECEU UMA VIATURA LOTADA DE GUARDAS MUNICIPAIS PARA INTIMIDAR A FAMÍLIA .ESPERO QUE NOSSO PREFEITO QUE É MÉDICO POSSA APLICAR MAIS DINHEIRO NA SAÚDE E NÃO FIQUE SÓ FAZENDO PRAÇA QUE A SUA ESPECIALIDADE!
 
TATIANE LIMA em 19/11/2011 06:42:38
O nosso governador e nosso prefeito deveriam acompanhar mais de perto os trabalhos feitos pelos responsáveis por nossa saúde em Campo Grande pois muitos mèdicos e enfermeiros trabalham por amor ao dinheiro e não a vida mandem embora quem não quer dedicar- se pois somos seres humanos e não lixos...essa equipe que deixou de atender com qualidade essa inocente senhora tem que passar por uma triagem,
 
odevair de brito oliveira em 19/11/2011 06:17:46
Será que alguém naquele posto de saúde se sente responsável por isso? Será que todos ali podem dormir hoje de consciência limpa?
A médica não permitiu que levasse a pessoa para um hospital DECENTE? E ela manda em quem? Aprendam. Médico não MANDA em ninguém. Médico não é Deus. E sim, médicos erram, muito mais do que imaginamos. Alguns nem mesmo valorizam a vida.
 
Ana Claudia Salgado em 19/11/2011 06:04:27
Sabe o que eu penso, o culpado disso tudo é o próprio povão, na epoca de eleiçoes
não tem consciencia em quem votar, votam sempre nos mesmos politicos. Um prefeito
que é Médico, um governador que é medico mas ficam preocupados somente com construçao de aquario do Pantanal que custará aos cofres publicos algo em torno de 90 milhoes de reais, enquanto a saúde publica esta nesse caos.
 
Elias Santoa em 19/11/2011 05:57:11
gente vcs tem que ver que eles não se preocupe com nossas vidas so se preocupam com bandido isso por que prefeito e governador são medicos eu lamento a perda dessa mãe que deus conforta essa familha mas que é revoltante é........
 
edinalva dos santos romualdo em 19/11/2011 04:46:55
tem destacar nome dessa ilustre medica publica ai,,,,,pra q possamos passar longe dessa pessoa , desse coraçao de pedra,, q nem atender familia foi capaz,,
 
roseli cardoso em 19/11/2011 04:03:05
è uma pena ,,, um fato tao triste assim,,, eu ja fui atendida em posto saude do tiradentes fui muito bem atendida,, tanto pela medica qto pelas enfermeira q me auxilio enquanto tomara soro,,,, mas pena q esse fato acontecido no posto guanandi ainda por negligencia, uma pessoa tao jovem foi deixando seus filhos ,,, Sr secretario saude vamos agir , ate qdo familias choram por seus entes queridos
 
rosilene leonel em 19/11/2011 03:56:19
O minimo q estado deve fazer é indenizar essas pobres criancas,,, sei q nada vai pagar preço de viver sem mãe,,,,,e estes medico tem ser punidos sim ,, pois cada dia q passa la vai mais uma vida , ha dias atras foi crianca picada por escorpiao ,,, e assim sempre tendo vitimas , tem muita gente q precisa trabalhar tem selecionar melhor pessoas q vivem pra cuidar saude dos outros, pois eles brincam
 
rosilene leonel em 19/11/2011 03:52:09
Senhor, quantas vidas ainda serão ceifadas pelo nosso sistema de saúde? Quantos orfãos teremos? Quantas famílias em luto? Quantas lágrimas? A sociedade precisa se manisfestar. É preciso tornar pública nossa indignção. Exigir melhoras num país como o nosso de altos impostos. Que os funcionários do sistema de saúde se unam também para obter melhores condições de trabalho. O problema é crônico!!!
 
Edilene Lopes em 19/11/2011 03:48:14
sou o cunhado da vitma,pessoal por favor nunca levem pessoas lá nesse posto que se diz de saude,pois la eles não fazem nada faz e matar pessoas inocentes,ela sangrou desde a entrada la,desde 6:30 ate as 17;00 horas e ninguem fez nada,e não nos queriam entregar ela pra nois lever ela no pronto socorro particular...que vergolha que palhaçada.
 
odelio franco em 19/11/2011 03:39:27
Acho que ja chega de sermos pacíficos, acho que devemos agir da mesma forma, se perdemos algo eles tbm devem perder algo, chega de palhaçada, olho por olho dente por dente.
 
rodrigo arantes em 19/11/2011 03:19:34
CONTINUO FALANDO CADÊ O MINISTERIO PUBLICO?
VÁRIAS VIATURAS DO SAMU NA ANTIGA RAVEL!!!!!
SEM MANUTENÇÃO!!!!
 
Francisco de Assis em 19/11/2011 03:07:12
pelo AMOR DE DEUS! Onde está o MP? Por quê existe tão nocivo corporativismo médico? Para que tantos milhões investidos em saúde? Para que tantos impostos pagos? Vejam mais estas crianças perdidas, sem a mãe, o ser mais precioso que nós temos. Basta de letargia! o Brasil sangra há muito tempo.
 
claudio campelo em 19/11/2011 03:04:54
Onde se viu uma pessoa morrer dentro de uma unidade de saude por hemorragia, e agora essas crianças quem vai terminar de criar. I sso é um absurdo e lembrando bem que o nosso prefeito e o nosso governador são médicos e isso acontecendo dentro de uma unidade de saude.
 
celia regina neitzke lezo em 19/11/2011 02:55:11
Mas falar a verdade Andre puccinelli e Nelsinho Trad são medicos. paulo siuf.
OS medicos que nao cuidam da saude. e querem mais um prefeito medico nunca mais...
 
luiz junior em 19/11/2011 02:49:04
não só o posto do guanandi, mais todos os postos de saude está uma calamidade, isso sem falar quando tem um feriado, meu sobrinho passou a noite inteira do ultimo domingo com uma infecçao grave é só foi transferido na manha da segunda porque nao tinha pediatra, detalhe heim o feriado era só na terça-feira isso é uma vergonha! as eleições estão ai heim pensem bem!
 
vino filho em 19/11/2011 01:59:45
O CRM tem que cassar a licença dessa mulher que se diz ser médica. Impossível alguém não saber que hemorragia intermitente MATA!!!. Com certeza, os filhos têm que serem indenizados por essa "doutorazinha". Ministério Público nela!.
 
Marcia Maria Pontes em 19/11/2011 01:57:18
É incrível como nossas autoridades trata esses tipos de tragédias como se estivem se referindo a perca de objetos ou bem materias(UPA - De acordo com Talita Moreira Silva, gerente administrativa do posto, o prontuário da mulher foi encaminhado a Sesau e um processo administrativo será aberto para identificar se houve erro médico). Quantas perdas serão necessárias para se organizar o nosso SUS
??
 
jeferson sales em 19/11/2011 01:49:44
estes politicos eles só querem saber do VOTO DA POPULAÇÃO e mais nada elles colocam leis que nem preciza não tem cade senhor nelsinho trad que tanto guanha premios por ser o prefeito que mais inova está faltato este premio né que pelo jeito nunca vai guanhar ISTO É UMA VERGONHA. fiquei muito triste com esta morte o que será destas crianças sem a mãezinha deles que tenham muita força .
 
adriana santos em 19/11/2011 01:48:35
Meus sentimentos a essa familia, agora o que acontece nestes postos de saude sao o despreparo e principalmente o comprometimento desses medicos pela vida, pela vida de um ser humano , os postos estao cheios de residentes nao que eles nao estao aptos a exercer a funçao, mas tem que ter mais comprometimento, nao espere o quadro se agravartoma uma atitude de bem o seu sucesso na carreira medicina fob
 
ailton pereira em 19/11/2011 01:31:07
MEU FILHO VEIO A OBITO ,TALVEZ SE A SAMU TIVESSE VINDO ELE PODERIA ESTAR COMIGO HOJE. OBRIGADA PELA ATENÇAO
 
FANNY LAURA PAIVA GUANES FUJIMOTO em 19/11/2011 01:29:19
SINCERAMENTE NÃO CONFIO NA SAMU,HA 3ANOS E MEIO PRECISEI DA SAMU PQ ENCONTREI MEU FILHO DE 1ANO E OITO MESES DE PE NO BERÇO TODO ROXO E JA QUASE SEM VIDA CHAMEI A SAMU E ELES SIMPLISMENTE ME PERGUNTARAM O Q ESTAVA ACONTECENDO CONTEI MAS COMO ELE PRECISAVA DE SOCORRO RAPIDO DESLIGUEI O TELEFONE O Q ELES FIZERAM EM VEZ DE MANDAR UMA UNIDADE DE ATENDIMENTO NÃO ME LIGARAM DE VOLTA.
 
FANNY LAURA PAIVA GUANES FUJIMOTO em 19/11/2011 01:26:45
SABEM DE QUEM É TODA A CULPA? DO NOSSO LINDO PREFEITO QUE PAGA TÃO POUCO PARA ESSES MÉDICOS DE POSTO DE SAÚDE, QUE ELES TRABALHAM SEM VONTADE, DESMOTIVADOS; NÃO É VALORIZADO TODO O TEMPO DENTRO DE UMA FACULDADE QUE UM PROFISSIONAL DESSE LEVA PARA DEPOIS CHEGAR AÍ E GANHAR ESSE SALÁRIO. ENQUANTO ISSO A PREFEITURA ESTÁ GASTANDO MILHÕES PARA DEIXAR A AFONSO PENA LINDA PARA PASSAR OS CARRÕES DOS RICOS
 
edna oliveira em 19/11/2011 01:10:40
Parabéns à médica e aos nossos administradores públicos por mais uma tragédia em posto de saúde! Há algumas semanas foi a demora no atendimento da menina que foi picada por um escorpião; depois, o rapaz picado por cascavel que morreu por ficarem segurando ele no posto de saúde ao invés de mandar logo ao hospital... Esse processo administrativo todos sabemos aonde chegará: lugar algum!
 
Carlos Renato Lopes em 19/11/2011 01:07:37
Quero dizer que já fui vitima deste mesmo POSTO, do descaso dos atendentes e o ultimo foi de uma médica que simplesmente parou o atendimento saiu e não deu satisfação a 16 pessoas que aguardavam atendimento, fizemos uma queixa formal todos os 16 assinatram e...NADA até hoje nds, fomos os 16 atendidos no setor pediatrico por outro médico para os pacientes que chegassem não vissem o caos do POSTo!
 
sandra lima em 19/11/2011 01:06:01
Isso é uma vergonha,esse posto de saude deveria ser fechado esse povo nao gosta de salvar vidas,aí nunca vi tamanha falta de respeito para com as pessoas.Tudo acontece neste lugar...palhaçada tremenda!
 
Luciane Rezende em 18/11/2011 11:55:40
Essa unidade de saúde do guanandi realmente é uma vergonha e o atendimento é horrivel,pois estive nesse posto com minha filha passando muito mal e quando me dirigi a recepção para saber se havia um pediatra no local a atendente com a maior grosseiria me respondeu:"se vocÊ quer saber aonde tem um pediatra ligue no 192"não deu a minima importancia e nem se quer perguntou o que estava acontecendo.
 
jessica oliveira da silva em 18/11/2011 11:32:34
olha eu não acredito que um medico sai da casa dele para ir para o posto de saúde afim de matar auguém,não eu não acredito nisto. o que eu vejo nesta cituação é um conjuto de erros do poder publico desde da primeira esfera até a ultima.gov federal,gov estadual e gov municipal resumindo a corrupção no nosso pais foi um dos maires motivo dessa moça tão jovem morrer desta forma. isto é uma vergonha
 
nilton da costa benites em 18/11/2011 11:12:10
ABSURDO...MAIS NÃO É DE SE ASSUSTAR..O POSTO DO GUANANDI É HORRÍVEL..SE EXISTE PIOR LUGAR PARA SER ATENDIDO NA SAÚDE EM CAMPO GRANDE..VÁ LA NO POSTO DO GUANANDI...OS FUNCIONÁRIOS SÃO TODOS SEM EDUCAÇÃO..OLHAM PARA OS PACIENTES COM DESCASO...OUTRO DIA ESPEREI MEIA HORA PRA PEGAR UMA MEDICAÇÃO NA FARMACIA, POIS O FUNCIONARIO SAIU PRA IR AO BANHEIRO E NÃO VOLTAVA....JUSTIÇA SEJA FEITA
 
Amanda Oliveira em 18/11/2011 10:57:42
Pronto Atendimento????????????? E como eu já havia postado comentando outra noticia, sempre tem um cartazete ameaçando a população com cadeia se desacatar o funcionario publico no exercicio da função ou em função dela, se é comigo parceiro, não há ninguém nesse mundo que me impeça de tirar meu familiar daquele açougue e levar para um hospital.
 
Gerson Dias em 18/11/2011 10:54:08
Dias atrás, um conhecido meu, sofreu um acidente de moto de pequenas proporções, mas ao chegar a um posto de saúde, foi atendido de forma não qualificada, a enfermeira colocou alguma coisa que ele cheirou, e ele desmaiou caindo da maca e quebrando o nariz e o osso da face, cadê a ética, o comprometimento, me solidarizo com esta família, Deus dará o conforto e a justiça.
 
FERNANDO AUGUSTO VIEIRA DE MATOS em 18/11/2011 10:47:33
OLHA GOSTARIA DE NÃO ACREDITAR NESTA VERSÃO,MAS SEGUNDO OS DEPOIMENTOS PODEMOS CONSTATAR MAIS UMA VEZ QUE O ATENDIMENTO AO CIDADÃO ESTÁ CADA VEZ MAIS PRECÁRIO,POIS UMA MULHER ENTRA ANDANDO EM UM POSTO E SAI EMTUBADA ,ENTÃO VEJO QUE A FAMILIA TEM QUE PROCURAR OS ORGÃOS COMPETENTES EX: MINISTÉRIO PÚBLICO, E OUTROS ORGÃO QUE POSSAM APURAR SE HOUVE FALHAS NO ATENDIMENTO.
 
EDVALDO SILVA em 18/11/2011 10:38:58
Mais um ponto é que, do que adianta chegar em um hospital público sem ter uma vaga?! Ela ficaria entre corredores esperando atendimento, que provavelmente não chegaria a tempo. Enfim, a questão é que a população reclama das pessoas erradas. A culpa disso é da falta de ambulâncias e vagas. Os médicos fazem o seu possível, mas nem sempre é o suficiente.Esse protesto simboliza a falta de "INFORMAÇÃO"
 
Maria Fernanda em 18/11/2011 10:34:56
É de se preocupar! não se pode transferir um paciente, em um carro particular, porque não é permitido, mas pode-se esperar por 10:horas pela remoção, o quadro agravou-se na UPA, será que não seria o lugar certo?, se a preocupação de quem deveria dar atenção pela melhor qualidade de atendimento da população, se a preocupação fosse realmente o povo aconteceria casos como este?.
 
FERNANDO AUGUSTO VIEIRA DE MATOS em 18/11/2011 10:34:06
As coisas não são bem assim, a queixa principal dela é que demorou 10 horas pra ela ser tansferida. A culpa não é do médico, tanto é que, de acordo com o texto acima, ela foi atendida e medicada, mas essa médica não poderia libera-la em carro particular, pois se algo acontecesse durante o percurso, essa médica responderia COM CERTEZA pela morte dessa paciente.
 
Maria Fernanda em 18/11/2011 10:31:59
Que pouca vergonha....e agora será que alguem vai pagar por isso....Tem profissional que precisar apanhar na cara pra tomar vergonha
 
gualter eugenio da silva em 18/11/2011 10:21:30
atencao nossos governantes pelo amor de deus olhe melhor por nos
arrume medicos que queiram trabalhar de verdade e tenha responsabilidades quantas vidas a mais vao ser ceifada e fica por isso mesmo estou fazendo esse comentarios porq ja aconteceu comigo faz5anos que perdi o meu filho neste mesmo local srs pesponsavel tome providencias fim
 
sandra mello em 18/11/2011 10:09:42
mas e aí, quem vai ser punido nessa negligencia, como pode. um guarda, fazer a intermediação clinica de um paciente seja ele qual for, e a médica? estava aonde? e porque demoraram tanto para o transporte,é preciso que a população reaja, não podemos mais aceitar esse tipo de erro medico(ou negligencia)é preciso dar uma resposta pra sociedade isso é mais um caso que não pode ficar impune chegaaaaaa
 
adão da graça em 18/11/2011 10:09:09
Deve ser esse super medicos que temos agora... Nao sabem diferenciar uma dor de barriga de um parto.. So estao nos postos para receitar dipirona.. e brincadeira
 
Paulo Vieira em 18/11/2011 10:06:00
É muito simples! sua filha não foi transferida para um Hospital porque os postinhos de saude ta cheio de funcionario que só quer cumprir horario! é sim ta desse jeito tempos atras tive com minha esposa nesse mesmo posto 4 vezes ela chegava la quase em off com dor na visicula, e os que se dizem funcionarios fazia cara feia e dava bronca.
Não adianta não voce chegar la se contorcendo de dor.
 
Alessandre Avila Machado em 18/11/2011 09:56:35
mais uma vida perdida nos postos de saude,a uma pergunta cade os nobres vereadores que não veem isso,eles estão ocupados fazendo leis para o povo parar de beber.
 
paulo escobar em 18/11/2011 09:47:00
Para ser médico, não deveria ter "exame da ordem" como estão chamando alguns, e sim "exame de caráter". Entenda-se caráter como : Feitio moral, indole, qualidade inerente a certos modos de ser.
 
Juliano Silva em 18/11/2011 09:45:52
É um absurdo a falta de humanidade na saúde pública aqui no estado. Nesse mesmo posto do Guanandi meu Tio veio a falecer de dengue por causa dessa imensa deficiencia nesse órgão público. Precisamos de mais atenção, saúde não é brincadeira!
 
Matheus Salles em 18/11/2011 09:45:25
A minha avó, passou por uma situação semelhante no UPA- Universitário. Ela seria a segunda a ser transferida, o problema é que a primeira já aguardava a mais de 2h.
Apavorada liguei 193, expliquei a situação, e contados no relógio foram 5 minutos e o Bombeiro já estava lá, transportando minha avó para o HU. Hj não penso 2 vezes só ligo 193.
 
Livia Dutra em 18/11/2011 09:31:25
Sinto vergonha, pena,indignação...pelo atendimento prestado, por alguns profissionais da saúde. Percebo, que falta boa vontade e sensibilidade por parte de muito que atuam nesses centros de saúde.
Quando a coisa complica, todos tiram suas responsabilidades.
O bom profissional, não esquiva das suas obrigações e já nascem humanos. Contrário, de muitos que estão apenas cumprindo seu horário...
 
neyde de oliveira em 18/11/2011 09:19:22
Todas as vezes, que estive no referido centro de atendimento 24h, relatei que a jovem estava muito mal e com início de surto. A resposta foi: "Se ela surtar, chame o bombeiro ou samu", é mole? Se a mesma atacasse alguém com uma faca, inclusive a mim? Que eu saiba difunto não chama por SOCORRO.
Confesso que "surtei" com o pessoal desse CAPS 24h, fico indignada como essa gente, brinca com VIDAS.
 
neyde de oliveira em 18/11/2011 09:10:43
agora o procedimento de atendimento vale mais que a vida das pessoas ,
primeiro leva para posto de saude se estiver morrendo leva para o hospital????
assim foi com a menina com a picada do escorpião ,,primeiro leva pro posto de saude depois se estiver morrendo leva pra morrer no hospital?
se vc sofrer um acidente primeiro o samu leva ao posto de saúde se for grave depois ao hospital ,,
 
ronaldo ferreira em 18/11/2011 09:09:53
Sinceramente!!! não sei onde vamos parar, com tanta imprudencia. por parte dos profissionais da saúde.
Estou com meu nariz QUEBRADO e um dedo cortado a dentada. Após uma jovem amiga ter surtado...Detalhe a levei várias vezes ao CAPS 24 h do aero rancho, na tentativa de interna-la. Uma vez, quae a mesma perdeu sua Unimed em setembro e o Bradesco não presta esse atendimento no setor psiquiátrico.
 
neyde de oliveira em 18/11/2011 09:03:13
O HOSPITAL NUNCA TEM CULPA. DUVIDO QUE ISSO VAI DAR EM ALGUMA COISA, OQUE PRECISA MUDAR E ESSA LEI DA SUS, QUE TODOS OS PACIENTE TEM QUE PRIMEIRO PASSAR PELOS POSTOS DE SAUDE, ISSO TA ERRADO, JA ESTA NA HORA DESSA LEI SER QUESTIONADO.
 
RUMILDO MELGAREJO em 18/11/2011 09:01:04
Deveria ser obrigatório a todos os políticos o uso dos serviços públicos, PRINCIPALMENTE a saúde. E que suas famílias não pudessem ter outro tipo de tratamento que não esse.
Castigo? De modo algum.
É que se o povo entrega a eles a confiança do voto para cuidar do assunto, UTILIZAR ESTES SERVIÇOS SERIA UMA PROVA DE CONFIANÇA NO PRÓPRIO TRABALHO.
Quem sabe aí, o quadro mudaria.
 
Mirian Costa em 18/11/2011 08:51:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions