A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

29/01/2015 16:31

Olarte diz que adiamento das aulas vai fazer economia de 10% com folha

O início das aulas mudou do dia 9 de fevereiro para 19, uma semana de atraso

Juliene Katayama
Olarte e Ângela se reuniram com diretoras das escolas municipais (Foto: Marcelo Calazans)Olarte e Ângela se reuniram com diretoras das escolas municipais (Foto: Marcelo Calazans)

Um dos motivos dos prefeitos para deixar o início das aulas para depois do carnaval é a economia. O prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), disse que terá uma economia de 10% com folha de pagamento neste ano que atinge 48% do orçamento.

“Será uma economia para o Município, vamos fechar o ano com 10% a menos na folha de pagamento. Hoje a folha consome 48% do orçamento”, afirmou Olarte. Segundo ele, a despesa é atribuída à conturbação política dos últimos dois anos na Capital.

Segundo o prefeito, adiar o início das aulas também vai ajudar a concluir algumas ações. “Estamos construindo sala de aula e atendendo demandas que foram planejadas, mas não feitas em escolas e Ceinfs (Centro de Educação Infantil) em conjuntos habitacionais”, explicou.

As aulas vão iniciar dia 19, numa quinta-feira. O início estava previsto para o dia 9 de fevereiro. A rede municipal conta com cem Ceinfs e 94 escolas, sendo 85 urbanas e nove rurais. A projeção da Semed é de 10,6 mil alunos, considerando os 97 mil do ano passado e projeção de crescimento de 10%.

O governo do Estado e a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul) anunciaram ontem a mudança. As justificativas foram economia com transporte escolar, professores contratados e conclusão da reforma das escolas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions