A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

11/10/2014 17:59

Olarte só garante reajuste total a professores no salário de dezembro

Eduardo Penedo e Michel Faustino

O prefeito de Campo Grande Gilmar Olarte (PP) justificou a ausência na reunião com os professores na manhã deste sábado (11) e disse que se conseguir recursos pagará o reajuste aos educadores nesse mês caso isso não ocorra metade do reajuste será pago no salário de novembro dos educadores que caiu na conta em dezembro. “Havendo aportes de novos recursos eu pagarei integral o reajuste aos professores esse mês. Caso não consiga esses recursos nos pagaremos metade esse mês e o restante em novembro”, explica o prefeito durante a festa do futuro em homenagem ao Dia das Crianças nos Altos da Afonso Pena.

O aumento, segundo cálculos da prefeitura, terá impacto de R$ 3,6 milhões na folha salarial, ampliando o comprometimento com gastos de pessoal de 48,7% para 49,21%. De acordo com a ACP, a remuneração inicial vai passar de R$ 1.564 para R$ 1.697, o equivalente a 100% do piso nacional por 20 horas/aula.

Olarte explicou que está buscando alternativas para aumentar a arrecadação e poder equilibrar as fincas do município e assim subsidiar o reajuste dos professores.Ele explicou que conversou com o presidente da ACP (Sindicato Campo-grandense dos Profissionais da Educação Básica), Geraldo Neves, e mostrou a situação que a prefeitura está enfrentando e eles prometeram estudar essa proposta. O prefeito disse que os professores estão suscetíveis a aceitar a proposta. “A ACP ficou de estudar essa proposta. Eles estão suscetíveis a negociação e disseram que me dão o prazo até a próxima semana para aceitar ou não a proposta” , comenta.

O prefeito comentou que têm ativos ainda para receber como IPTU (Imposto Predial Territorial e Urbano) atrasados e pagamentos que a Águas de Guariroba pode antecipar para ajudar a prefeitura.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions