ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  30    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Operação da Prefeitura aperta cerco contra “afrouxamento” em supermercados

“Esses estabelecimentos já tiveram mais de 15 dias para se adequarem”, disse o prefeito Marquinhos Trad (PSD)

Por Izabela Sanchez e Clayton Neves | 09/04/2020 10:18
Cercado de fiscais antes da operação, Marquinhos pediu paciência e orientação antes de multa (Foto: Marcos Maluf)
Cercado de fiscais antes da operação, Marquinhos pediu paciência e orientação antes de multa (Foto: Marcos Maluf)

Nova operação da Prefeitura para fiscalizar as novas regras de funcionamento do comércio e serviços acontece na manhã desta quinta-feira (9), véspera de feriado em Campo Grande. Com foco nos segmentos que voltaram a funcionar hoje, o objetivo também é apertar o cerco contra o afrouxamento das regras em supermercados, conforme disse o prefeito Marquinhos Trad (PSD).

A operação é coordenada pela Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano) e vai colocar 110 fiscais da secretaria e 60 guardas municipais nas ruas, entre outros agentes, em busca, também, de reforço na orientação aos proprietários, funcionários e clientes. Antes de saírem às 7 regiões de Campo Grande, reuniram-se na Esplanada Ferroviária, no centro da cidade.

“Supermercado tem que cumprir exatamente o que foi determinado ou podem chamar seus superiores para que tomem as medidas legais. Esses estabelecimentos já tiveram mais de 15 dias para se adequarem. É tempo suficiente para cumprir o que combinaram. Estão fazendo um afrouxamento das normas por conta própria”, disse Marquinhos aos fiscais.

Prefeito também realizou oração com os fiscais antes de irem às ruas da cidade (Foto: Marcos Maluf)
Prefeito também realizou oração com os fiscais antes de irem às ruas da cidade (Foto: Marcos Maluf)

Ao citar o cumprimento das medidas recomendadas pela OMS (Organização Mundial da Saúde) o prefeito destacou que os números do contágio do novo coronavírus “têm mostrado estabilidade”. “Graças a Deus alcançamos uma certa estabilidade. Eles [supermercados] estão apostando nos números que mostram estabilidade e na ausência de fiscalização da Prefeitura, mas eles vão ter uma surpresa muito grande”, comentou.

A volta do camelódromo e dos salões de beleza nesta quinta, conforme o prefeito, também implica a necessidade de orientar antes de tomar qualquer medida, além do diálogo em momento em que “os nervos estão a flor da pele”.

“Como estão abrindo agora, orientem antes de aplicar sanções. Tomem cuidado, saibam conversar, estão todos à flor da pele. A gente quer ajudar e estão nos vendo como atrapalho. Eles não sabem o que estão fazendo, se soubessem ficariam com as portas fechadas”, afirmou o prefeito.

Parte do grupo que vai às ruas fiscalizar o comércio nesta quinta (Foto: Marcos Maluf)
Parte do grupo que vai às ruas fiscalizar o comércio nesta quinta (Foto: Marcos Maluf)

Transporte coletivo – Marquinhos também orientou que os fiscais observem os ônibus por onde passarem e que estão autorizados a pedirem que o motorista estacione o veículo onde passageiros estiverem em pé.

Nesta manhã o Campo Grande News acompanhou o movimento nos terminais, e nos ônibus, a reportagem observou cumprimento da regra imposta. O fluxo de passageiros é fiscalizado por equipes do Consórcio Guaicurus e guardas municipais. No entanto, segue o tumulto nas plataformas, onde as pessoas não mantêm a distância mínima.