A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 15 de Janeiro de 2019

16/12/2018 10:54

Pais são parceiros por 4h em prova da UFMS para quem cursa Ensino Médio

Hoje a Universidade aplica o PASSE, programa que durante o Ensino Médio avalia os alunos para o ingresso na Federal.

Bruna Kaspary
Prova começou às 8h10 para os alunos dos 1º e 2º anos do Ensino Médio (Foto: Marina Pacheco)Prova começou às 8h10 para os alunos dos 1º e 2º anos do Ensino Médio (Foto: Marina Pacheco)

Mais de cinco mil alunos do ensino médio estão realizando nessa manhã (16) a prova do Programa de Avaliação Seriada da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). A avaliação é uma nova forma de ingresso na instituição.

Alguns familiares dos estudantes vão ficar mais de quatro horas esperando a garotada terminar a prova. A maioria decidiu permanecer no local por causa do trânsito que enfrentaram para chegar na universidade, outros pela distância de casa.

Minutos antes do fechamento dos portões, o congestionamento na entrada unidade obrigava os candidatos a descerem dos carros para seguir a pé e tentar chegar no horário.

Em algumas situações os pais desses alunos até tinham planejado voltar para casa, mas com medo do trânsito no final da prova, decidiram ficar. Foi o caso da funcionária pública Mariana Mendonça, de 43 anos, que foi levar a filha, Maria Fernanda, de 15 anos, para fazer a prova.

 

 

Mariana decidiu esperar a filha depois de ficar mais de uma hora no trânsito (Foto: Marina Pacheco)Mariana decidiu esperar a filha depois de ficar mais de uma hora no trânsito (Foto: Marina Pacheco)

“Eu não ia ficar, mas como ficamos mais de uma hora de congestionamento, não tinha condição”, explica. Elas moram no Jardim Aero Rancho e, em dias de trânsito normal, não demoram mais de quinze minutos para fazer esse trajeto.

Mariana lembra que faltavam menos de dez minutos para as 7h e ainda estavam na rotatória próximo ao Hospital Universitário. “Eu disse que não ia dar tempo e ela ficou alucinada, disse que viria a pé”, comenta.

Outra mãe que estava na frente do bloco onde a filha está fazendo a prova é Edileuza da Silva, de 42 anos. No caso dela, a distância era um empecilho maior do que o próprio trânsito. As duas moram na saída para Rochedo.

A ansiedade mostra o tamanho da vontade de ingressar em uma instituição pública, mesmo que seja daqui 3 anos. “Nós saímos de casa 6h, e ela ainda achou que estávamos saindo de casa tarde”, brinca a técnica de enfermagem. 

 

Edileuza levou um livro para passar o tempo enquanto a filha faz a prova (Foto: Marina Pacheco)Edileuza levou um livro para passar o tempo enquanto a filha faz a prova (Foto: Marina Pacheco)

Com um livro na mão, a mãe se preparou para passar o tempo e decidiu estudar um pouco também. “O livro é fininho, mas acho que vai demorar mesmo para ler, é muita coisa para entender”, brinca.

Nestor e Meire Sanabria, de 54 e 38 anos, saíram de Terenos – a 32 km de Campo Grande – às 5h30 para a sobrinha Núbia, de 15, conseguir fazer a prova. Pela distância também resolveram ficar e para passar o tempo na universidade.

Com o trânsito na porta da faculdade, Meire e Núbia desceram do carro e seguiram a pé até a sala onde a adolescente teria que fazer a prova. “Elas vão, eu fico no trânsito e ninguém se estressa ou fica ansioso, é melhor para todo mundo”, esclarece o tio.

A prova - O Passe, como é conhecido o programa de avaliação seriada, é uma nova forma que a universidade adotou para o ingresso na instituição. Os alunos fazem a prova no final de cada ano do Ensino Médio e a média das notas servirá para classificação na hora de distribuir as vagas na UFMS .

Em março desse ano, os alunos que hoje fazem a segunda etapa, relativa ao conteúdo do 2º ano do Ensino Médio, realizaram a primeira parte da avaliação, onde o conteúdo estudado foi o do 1º ano.

A prova está sendo aplicada em três blocos da UFMS e na UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul). Em apenas um dos blocos da federal são mais de 900 candidatos inscritos.

Na UFMS estão sendo aplicadas as provas para os alunos do 1º ano do Ensino Médio, que fazem a primeira etapa. Já na outra universidade são os alunos da segunda etapa, que estão no 2º ano.

Os portões foram fechados às 8h e a prova, com duração de quatro horas, iniciou dez minutos depois.

Trânsito na entrada da Universidade ficou intenso e teve quem demorou mais de uma hora para conseguir entrar na faculdade (Foto: Marina Pacheco)Trânsito na entrada da Universidade ficou intenso e teve quem demorou mais de uma hora para conseguir entrar na faculdade (Foto: Marina Pacheco)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions