A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/04/2011 15:22

Parque das Nações finaliza ciclovia e libera bicicleta nos próximos dias

Paula Maciulevicius

Com aproximadamente quatro quilômetros pista contorna o Parque

Ciclovia no Parque das Nações Indígenas atende antiga reivindicação dos campo-grandenses. (Foto: João Garrigó)Ciclovia no Parque das Nações Indígenas atende antiga reivindicação dos campo-grandenses. (Foto: João Garrigó)

Atendendo a uma reivindicação antiga dos campo-grandenses, o Parque das Nações Indígenas deve liberar nos próximos dias a pista para andar de bicicleta. O acesso fica restrito a ciclovia que contorna o parque, exceto a área do lago. Serão aproximadamente quatro quilômetros de ciclovia.

Segundo o gerente de unidade de Conservação do Imasul (Instituto do Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), Leonardo Tostes, ainda não há data para inauguração.

“Resolvemos abrir a pista porque a própria população está procurando pelo passeio de bicicleta”, ressalta.

Além da pista, a administração está concluindo as novas regulamentações do Plano Diretor do Parque para definição de como vai funcionar a entrada das bicicletas, o horário de atendimento, acesso de veículos, shows e feirão de automóveis.

De acordo com Leonardo, o Parque melhorou a eficiência energética com troca e colocação de novos pontos de iluminação e ainda conta com uma base comunitária da Polícia Militar.

A intenção do gerente Leonardo Tostes é de inaugurar a pista em Junho, na programação da semana do Meio Ambiente, com uma volta ciclística pelo parque.

“O problema é que ainda faltam dois meses e a pista já está pronta. Só estamos concluindo a pintura extra. A ideia de esperar o evento é para mostrar como se usar da maneira correta a ciclovia”, completa.



Minha opinião é totalmente contrária à implantação de ciclovia no Parque das Nações Indígenas. Nunca mais o Parque será o mesmo. Entendo que o uso de uma via pública deva ser democrática, permitindo que pedestres, veículos e motociclistas tenham seus acessos permitidos e protegidos por lei.
Mas a proposta do parque é diferente. Trata-se de garantir a todos os cidadãos o acesso e a acessibilidade para que todos possam desfrutar de momentos de tranquilidade, beleza, contemplação e meditação, coisas que só a caminhada permite. Imaginem alguém caminhando no parque, distraidamente, dando de encontro com uma bicicleta em alta velocidade...
Espero que essa decisão das autoridades ainda possa ser revertida.
 
Maria Eduarda Gomes Pereira em 14/04/2011 03:26:51
TEM QUE LIBERAR PRA LONGBOARD TB!!!! O MUNDO INTEIRO ANDA.. TODOS OS PARQUES DE CAPITAIS DO BRASIL INTEIRO.. CULTURA BOVINA TA DIFICIL EVOLUIR..
 
Antonio Augusto em 10/04/2011 07:28:18
Pelo amor de deus, não liberem para moptociclista, senão vira um inferno.
 
maria ferreira da silva em 07/04/2011 11:34:41
Eu acho ótimo! pois um parque deste tamanho, não ser liberado para ciclistas, só podiam estar brincando...

Nós do Night Bike recebemos com alegria esta ótima noticia, é bom saber que Campo Grande esta caminhando para se tornar uma cidade amiga das bicicletas e das pessoas.

É nossa cidade, cada vez mais nossa.

Valeu!

Nilson Young
Sopa de pedra Riders.
 
Nilson Young em 07/04/2011 07:03:56
Pelo menos agora o parque terá a finalidade que deveria ter a muito tempo, hoje só quem tem carro pode usar o local e quem não tem passa vontade ou vai de ônibus.

Colocaram a cabeça pra funcionar finalmente.
 
Oswaldo Benites em 06/04/2011 07:19:45
Como toda ciclovia de Campo Grande, esta é mais uma que se tornará pista de caminhada.
 
José Godoy em 06/04/2011 06:16:00
Conforme todas as ciclovias existentes na CG, esse também deve ter sido projetada por especialistas que deixam a " quina" da guia prontinha para acertar a cabeça do ciclista que cair. Prontinha para quebrar e afundar uma perninha inocente.
Vão lá e fotografem....
 
Orlando Lero em 06/04/2011 03:54:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions