ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  25    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Partes de corpo que seriam de chargista são encontradas em casa abandonada

Massagista confessou ter matado, esquartejado e queimado corpo da vítima, que estava desaparecida há 3 dias

Por Liniker Ribeiro e Mirian Machado | 24/11/2020 14:53
Restos mortais que seriam de chargista foram encontrados em casa abandonada (Foto: Kísie Ainoã)
Restos mortais que seriam de chargista foram encontrados em casa abandonada (Foto: Kísie Ainoã)

No endereço indicado pela mulher que confessou ter matado o chargista Marco Antônio Rosa Borges, de 54 anos, policiais encontraram restos mortais divididos em malas, visivelmente queimadas. A situação confirma versão apresentada pela massagista Clarice Silvestre, que se apresentou à polícia, nesta terça-feira (24), no município de São Gabriel do Oeste.

Segundo ela, após matar a vítima, esquartejou e queimou o corpo. Na casa, com sinais de abandono, localizada no cruzamento das Ruas dos Pampas, com Nova Europa, no Jardim Corcovado, mato queimado indica que as chamas foram colocadas no local.

Movimentação em residência indicada por mulher que confessou assassinato de chargista (Foto: Kísie Ainoã)
Movimentação em residência indicada por mulher que confessou assassinato de chargista (Foto: Kísie Ainoã)

Donas do imóvel, duas irmãs, que pedem para não ser identificadas, contam que ficaram assustadas ao descobrirem o que aconteceu no local. “Não ficamos sabendo de nada, nem do incêndio. Uma vizinha que passou na frente e ligou dizendo que estava acontecendo alguma coisa aqui”, relata uma delas, ao dizer que moradores estranharam a movimentação no endereço.

Ainda segundo elas, a casa está desocupada há pelo menos três anos, quando a mãe faleceu.

Carlos Delano, delegado da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios (Foto: Kísie Ainoã)
Carlos Delano, delegado da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios (Foto: Kísie Ainoã)

Duas viaturas da Polícia Civil, uma da militar, além de equipe de peritos, estão no local. A rua foi interditada para trabalho da polícia.

Entre as equipes que estão no local, está o delegado Carlos Delano, da DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios). À imprensa, ele afirmou que a Polícia Civil de Campo Grande foi acionada pela Militar de São Gabriel do Oeste, nesta terça, após a mulher confessar o crime.

Agora, os restos mortais encontrados em malas, no endereço citado pela mulher, serão encaminhados para exames. À polícia, a mulher afirmou ter agido sozinha.

Confissão - Mais cedo, à policiais militares de São Gabriel do Oeste, a massagista Clarice Silvestre confessou o crime. Se apresentando como namorada de Marco Antônio, a mulher afirmou ter discutido com ele antes do crime.

Depois de matar, esquartejar e queimar o corpo, a mulher afirmou ter ido a casa de um dos filhos, que mora aqui mesmo, em Campo Grande, e em seguido ido para Coxim, a 260 quilômetros da Capital, se despedir das filha.

O chargista Marco Antônio estava desaparecido desde o dia 21.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário