ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Passageiro de ônibus aponta arma e “do nada” ameaça mulher: “eu vou te matar”

“Ele ia matar ela mesmo. Aí pegaram ele e tiraram do ônibus”, relata testemunha sobre os minutos de terror

Por Anahi Zurutuza e Bruna Marques | 24/02/2021 06:42

Uma discussão “do nada” terminou com um usuário do transporte coletivo de Campo Grande preso no início desta manhã, no Terminal Guaicurus, localizado na Avenida Gury Marques. O homem, segundo testemunhas, havia embarcado e estava sentando, quando outra passageira entrou e de repente, ele iniciou uma discussão com a mulher, que estava em pé.

Os dois trocaram xingamentos e então, o passageiro puxou uma arma da cintura, apontou para a mulher e ameaçou: “eu vou te matar”.

A passageira foi defendia por dois rapazes que estavam no mesmo ônibus – da linha 116, que liga Jardim Los Angeles, no sul da Capital, ao Centro. “Ele ia matar ela mesmo. Ele já estava preparando pra atirar. Aí pegaram ele. Foram dois jovens. Um tirou a arma da mão dele e o outro deu uma gravata e tirou do ônibus. Aí chamaram a polícia”, conta um pedreiro, de 53 anos, que por medo, pediu para ter a identidade preservada.

O entrevistado afirma que o homem portava uma arma do tipo garrucha e estava muito alterado, mas não parecia bêbado ou drogado. “Fui um susto. Estava todo mundo indo para o trabalho”.

Na mão de passageiro, arma que foi tomada de agressor durante confusão (Foto: Reprodução de vídeo/Direto das Ruas)
Na mão de passageiro, arma que foi tomada de agressor durante confusão (Foto: Reprodução de vídeo/Direto das Ruas)

Os passageiros que o imobilizaram, colocaram o homem deitado no chão e o impediram que ele levantasse. “O povo indo trabalhar e você quer pagar de louco? Vai ficar deitado aí até a polícia chegar”, diz um dos rapazes.

Segundo a administração do terminal, a Polícia Militar foi chamada e rapidamente chegou ao local. O homem foi levado, mas a passageira seguiu viagem no mesmo ônibus sem esperar os policiais para prestar queixa. "Ficou todo mundo sem entender, se eles se conheciam ou não", afirma um dos funcionários.

Matéria alterada às 6h51 para acréscimo de informações.

Minutos após confusão, parada dos ônibus da linha 116 voltou ao normal (Foto: Henrique Kawaminami)
Minutos após confusão, parada dos ônibus da linha 116 voltou ao normal (Foto: Henrique Kawaminami)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário