A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/09/2013 11:21

Pau-brasil substitui árvores retiradas na reabertura da Praça Ary Coelho

Aliny Mary Dias
Espécie foi escolhida por não possuir histórico de quedas (Foto: Marcos Ermínio)Espécie foi escolhida por não possuir histórico de quedas (Foto: Marcos Ermínio)

Três árvores da espécie pau-brasil foram plantadas na manhã deste sábado (21), na Praça Ary Coelho, que também foi reaberta hoje. Uma das árvores foi colocada no local onde um pé de grande porte caiu no último dia 3.

Segundo os técnicos da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), o plantio faz parte das comemorações referente ao Dia da Árvore, comemorado neste sábado.

De acordo com o diretor de políticas e sustentabilidade ambiental da secretaria, Raimundo Moreira, um estudo para iniciar o processo de arborização urbana da Capital foi feito durante meses. A expectativa é que até o início do ano que vem mais de 3 mil árvores sejam plantadas em toda a cidade.

Além do local onde a árvore de grande porte caiu, as outras duas espécies de pau-brasil foram recolocadas no mesmo lugar onde duas árvores foram retiradas durante a manutenção por risco de queda. “Fizemos uma análise que o pau-brasil se adaptaria bem na praça e decidimos plantar três indivíduos”, explica Raimundo.

Praça foi reaberta ao público neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)Praça foi reaberta ao público neste sábado (Foto: Marcos Ermínio)
Até o início de 2014, 3 mil árvores devem ser plantadas na Capital (Foto: Marcos Ermínio)Até o início de 2014, 3 mil árvores devem ser plantadas na Capital (Foto: Marcos Ermínio)

Em toda a cidade, o levantamento da Semadur apontou que existem 153 mil árvores. Do total, 96% estão enfileiradas em calçadas, cerca de 3% estão em canteiros centrais e menos de 1% em praças.

Na Praça Ary Coelho, que ficou fechada desde a última segunda-feira (16) para vistorias e manutenção das árvores, existem 80 pés de cinco espécies diferentes. “Outro ponto positivo de escolhermos o pau-brasil é que não possui histórico de queda”, completa o técnico da secretaria.



Mais um desperdício de dinheiro público vindo através dos impostos suados do povo trabalhador e produtivo do Interior.
Campo Grande é uma cidade parasita que vive apenas de verba pública.
Belezuuuura.......
 
Raquel Tavares em 21/09/2013 12:40:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions