ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  22    CAMPO GRANDE 31º

Capital

"Pedalada da Paz" com alunos tenta mudar trânsito no entorno de escola

Evento reuniu, alunos do 2º ao no 9º anos, pais, professores e moradores da região

Por Lucas Mamédio e Kamila Alcântara | 22/06/2024 09:49
Débora Lira, mãe da Ana Júlia, de 8 anos, após pedalada (Foto: Alex Machado)
Débora Lira, mãe da Ana Júlia, de 8 anos, após pedalada (Foto: Alex Machado)

Cerca de 300 alunos da Escola Municipal Doutor Eduardo Olímpio Machado, no Coophavila, realizaram uma pedalada na manhã deste sábado para pedir mais segurança no trânsito na via em frente a unidade escolar, a Rua Lúcia Martins Coelho no trecho entre as ruas Península e Naim Dibo.

Chamada de “Pedalada da Paz”, o evento reuniu, alunos do 2º ao no 9º anos, pais, professores e moradores da região. A luta por melhorias no trânsito é antiga. A escola já até conseguiu a instalação de uma feixa elevada, mas agora briga para que a via seja transformada em mão única.

Segundo a professora Débora Lira, 36 anos, mãe da Ana Júlia, 8 anos, que estuda na escola existem muitos riscos nos momentos de entrada e saída de alunos.

Pais, alunos e professores durante "Pedalada da Paz" (Foto: Alex Machado)
Pais, alunos e professores durante "Pedalada da Paz" (Foto: Alex Machado)

“Acho importante pela conscientização no trânsito, porque quando nós vamos trazer nosso filho aqui está muito perigoso. É muito perigoso pra atravessar as crianças. Achei muito interessante essa ação por isso”.

Essa é a mesma percepção de Elisangela Monteiro, de 44 anos, presidente do Conselho Escolar e mãe de dois alunos, de 12 e 15 anos.

“Eu como mãe, já tinha pedido umas duas ou três vezes, gravei vídeo. As crianças saem daqui e as pessoas não respeitam a sinalização que tem. É muito importante porque é segurança dos nossos filhos e são as coisas mais importantes que nós temos”.

Pequeno Arthur pedalou com Batman na bicicleta (Foto: Alex Machado)
Pequeno Arthur pedalou com Batman na bicicleta (Foto: Alex Machado)

A coordenadora do projeto Paz no Trânsito, desenvolvido na escola, professora Marilei Arakaki, explica que a escola foi selecionada por uma empresa de seguros multinacional.

“É um projeto amplo. Foram selecionadas 10 escolas. Eles têm um projeto para diminuir os chamados sinistros, ou acidentes.”

Pais, alunos e professores durante "Pedalada da Paz" (Foto: Alex Machado)
Pais, alunos e professores durante "Pedalada da Paz" (Foto: Alex Machado)

Já Raquel Molina, 41 anos, mãe de um aluno 5 anos, professora na escola e idealizadora da pedalada diz que a necessidade da ação é por ter tanto movimento em frente a escola.

“O risco que nossos alunos correm é grande. Então nós idealizamos essa pedalada pra chamar a população. Chamar os responsáveis para fazer mão única”.

Nos siga no Google Notícias