A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

14/08/2018 14:41

Pintor julgado por esfaqueamento é condenado a um ano de prisão em regime aberto

O crime aconteceu no ano de 2014, em um bar do bairro Rita Vieira III depois que a vítima se negou a ver uma foto no celular do réu

Izabela Sanchez

O pintor Edivaldo Ajala dos Santos, de 31 anos, foi condenado pela 1ª Vara do Tribunal do Júri a um ano de reclusão em regime aberto, pelo crime de lesão corporal grave. Ele foi julgado nesta terça-feira (14) pela tentativa de homicídio contra Ruy Carlos de Souza.

O crime aconteceu em 2014 em um bar do bairro Rita Vieira III. A vítima teria sido esfaqueada depois que se negou a ver uma foto no celular do réu.

Segundo o processo judicial, por volta das 21h30, do dia 15 de março de 2014, Edivaldo chegou ao bar localizado na rua Dr. José Vilela Bastos e mostrou aos presentes a foto de um homem morto, armazenada em seu aparelho celular

Ruy teria se recusado a olhar e Edivaldo começou a debochar da vítima. Após uma discussão, o pintor atingiu o peito e punho esquerdo da vítima com uma faca.

Segundo o MPE (Ministério Público Estadual), o acusado não teria gostado da atitude da vítima, que se recusou a ver a imagem, e, por isso. O MPE defendeu que ele fosse condenado por tentativa de homicídio por motivo fútil com as implicações da Lei 8.072/90, de crimes hediondos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions