ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Planilha de custos da tarifa de ônibus aponta quase 2 milhões de gratuidades

Fabiano Arruda | 29/02/2012 17:59
Preço da tarifa de ônibus passa a custar R$ 2,85 a partir de amanhã. (Foto: João Garrigó)
Preço da tarifa de ônibus passa a custar R$ 2,85 a partir de amanhã. (Foto: João Garrigó)

Da média de 6,58 milhões de passageiros transportados pelo transporte coletivo de Campo Grande em um ano, pouco mais de 1,8 milhão são referentes a gratuidades. Do total, 76,3% utilizam cartão e 23,6% ainda são adeptos do dinheiro em espécie.

Os dados são da planilha de custos e cálculo tarifário do sistema municipal de transporte coletivo divulgados hoje pela Prefeitura de Campo Grande com dados da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) e Agência de Regulação.

O cálculo da tarifa de ônibus é dividido pela planilha entre custo variável (combustível, lubrificantes, rodagem, além de peças e acessórios) e custo fixo (depreciação, remuneração, despesas com pessoal e administrativas).

Em relação ao custo variável, 56,6% se referem apenas ao gasto com combustíveis. Em outro dado, os números apontam que 4,4% do custo se referem aos tributos e encargos por quilômetro rodado.

Conforme a planilha, a frota na Capital conta com 539 veículos. Deste número, a maioria, 106, tem entre um e dois anos de uso, enquanto 88 têm entre quatro e cinco anos de circulação e 75 entre cinco e seis anos. Apenas 68 têm apenas 12 meses de circulação. São mais de três milhões de quilômetros rodados por mês.

O relatório detalha dados como gasto com salários de motorista, cobrador e fiscal/despachante, que chegam a R$ 610,7 mil por mês, além de despesas anuais como “Seguro Responsabilidade Civil da Frota Total”, de R$ 604 mil, e IPVA total da frota, que corresponde a R$ 164,6 mil.

Ao final do detalhamento, a planilha aponta que a tarifa técnica do transporte coletivo urbano de Campo Grande é de R$ 2,8579, que entra em vigor a partir de amanhã.

Nesta manhã, grupo de aproximadamente 60 estudantes universitários e de escolas públicas e particulares protestaram em frente à Prefeitura, na avenida Afonso Pena, para pedir melhorias no transporte público. A Polícia Militar precisou ser acionada para impedir a ação dos manifestantes.

Eles pediram do a realização de audiência pública para apresentar as justificativas dos aumentos na tarifa dos ônibus e o congelamento do preço atual.

Nos siga no Google Notícias