A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/02/2011 21:25

PM apreende adolescente que consumia droga em prédio abandonado

Paula Vitorino

Denúncia foi feita em primeira mão pelo Campo Grande News

O adolescente fotografado pela equipe do Campo Grande News no início da semana, em reportagem de denúncia sobre um prédio abandonado no centro da Capital – que tem funcionado para o consumo de drogas – foi apreendido na tarde de hoje por policiais militares do 1° Batalhão da PM, localizado na praça em frente ao Mercadão Municipal.

Jovem foi encontrado dormindo no meio do lixo e de restos de produtos para consumo de drogas (Foto: João Garrigó)Jovem foi encontrado dormindo no meio do lixo e de restos de produtos para consumo de drogas (Foto: João Garrigó)

No momento da abordagem, o adolescente estava usando pasta base de cocaína, segundo informou um dos soldados que participaram da ação.

De acordo com o soldado Fortes, a identificação do garoto foi possível por conta de uma tatuagem no braço esquerdo do adolescente, que aparece na fotografia veiculada pelo Campo Grande News.

Contra o adolescente, havia um mandado de busca e apreensão. Ele foi encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), do Centro.

O jovem tem cerca de 16 anos, idade superior a que foi cogitada por pessoas que conheciam o garoto da região. Pelas feições franzinas, o rapaz aparentava ter aproximadamente 12 anos.

No dia 31 de janeiro, a reportagem do Campo Grande News encontrou o adolescente dormindo sem camisa em meio a restos de papelão e muita sujeira. Entorpecido, o rapaz parecia ter usado drogas durante a noite e tinha o corpo muito magro.

O prédio no qual o adolescente foi encontrado está localizado na Rua 26 de Agosto, próxima ao Mercadão Municipal e ao Horto Florestal. A construção está abandonada há anos e é conhecida pela população ao redor por ser ponto de uso de drogas e moradia de andarilhos.

A PM que atua na região afirma que as rondas no local são frequentes e que é sabido que muitas pessoas utilizam o local para praticar atos ilícitos.

“É um lugar de difícil acesso. Não tem escada ligando o 1º andar ao 2º andar e isso dificulta a nossa entrada. Mas estamos sempre em diligências ali, com o objetivo de garantir a seguranças da população ao redor”, explicou Fortes.

De acordo com delegado plantonista da Depac, o adolescente deve ser encaminhado para a Unei Dom Bosco, em Campo Grande.



Valeu POLICIA.
SENHORES GOVERNANTES VAMOS APROVAR A PEC 300.
 
Wanderlei Jr em 04/02/2011 09:59:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions