A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/05/2014 10:56

PM detém a tiros bandidos que faziam arrastão na Afonso Pena

Zana Zaidan e Graziela Rezende
Dupla foi detida pela PM no final da manhã de hoje (Foto: Lucimar Couto)Dupla foi detida pela PM no final da manhã de hoje (Foto: Lucimar Couto)

Dupla de bandidos que, desde a manhã de hoje (13) realizou uma série de assaltos na avenida Afonso Pena, em Campo Grande, foi contida a tiros pela Polícia Militar em frente a uma clínica veterinária, no Jardim dos Estados. 

Os assaltantes tentaram fugir, os militares atiraram e um dos disparos atingiu o muro do local. A ação assustou e revoltou os clientes do estabelecimento, que estava cheio no momento da ocorrência.

A dupla, que ainda não foi identificada, usava uma faca para abordar os populares na rua. Por volta das 10h30 eles foram flagrados roubando um estudante em frente ao Shopping Campo Grande, e a PM, que já fazia diligências no local depois de receber diversas ligações, passou a persegui-los.

 

O disparo acertou muro de clínica, lotada de clientes (Foto: Marcos Ermínio)O disparo acertou muro de clínica, lotada de clientes (Foto: Marcos Ermínio)

Eles correram em direção à clínica veterinária, que fica na rua Paraná, próximo ao cruzamento com a rua São Jorge. Foram feitos disparos em direção aos bandidos e um deles acertou o muro da loja. A proprietária, Andreia Regis, conta que cinco clientes estavam na recepção, e ficaram bastante assustados.

“Foi desnecessário atirar. Não estou defendendo bandido, mas tinham cinco pessoas aqui, e bala perdida mata”, disse ela, bastante abalada e tremendo. 

A ocorrência foi atendida por militares do 9ª Batalhão, da área Central e do Batalhão de Choque da PM.

Os assaltantes foram detidos e foram encaminhados para a Depac Centro.

Policiais do Batalhão de Choque reforçaram a ação na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)Policiais do Batalhão de Choque reforçaram a ação na manhã de hoje (Foto: Marcos Ermínio)
Suspeitos foram presos e encaminhados para a Depac (Foto: Lucimar Couto)Suspeitos foram presos e encaminhados para a Depac (Foto: Lucimar Couto)


Pra começo de conversa, conheço este policial, sei da índole dele e sei muito bem como foi a ocorrencia e na minha opiniao, isto sim seria um ato de bravura, pois policia é policia 24 horas e sempre sera. Tb acho que esta senhora, nunca teve seu estabelecimento furtado ou roubado, pois se tivesse acontecido isso, ela não estaria reclamando do trabalho da policia, pois o policial foi acionado pelo pai da vitima e com a graça de Deus, deu tudo certo. E agora pergunto, sera que a vitima ficou satisfeita com o trabalho deste policial, ou não??
 
marcelo souza em 14/05/2014 09:35:27
A PM agiu de forma correta, se um PM atinge esse bandido vc não sabe o que acontece nos bastidores, acredito eu que esse tiro foi de intimidação ao bandido, tendo como o alvo seu muro, o projetil de .40 é feito para não atravessar, e se atravessar, o seu deslocamento é minimo, vc proprietária da clinica, deviria agradecer a esses nobres homens que sai de casa para trabalhar sem ter a certeza que vai voltar para sua família, vc na madrugada esta dormindo com sua família e a consciência limpa, enquanto esses homens o trabalho só termina após 24 horas na caça desses marginais, eu acho que deveria repensar pois o terror que vc e seus clientes passaram acho que foi pelo estampido (barulho do tiro), vc ja pensou se esses marginais invadisse sua clinica, lembre-se PM trab por nós.
 
gil costa em 13/05/2014 20:28:32
Bala perdida mata, mas uma faca na mão de um bandido filho da p*** também mata. Deixa a polícia fazer o seu serviço.
 
DIVA DIVINA em 13/05/2014 15:35:55
Será que essa proprietária participou da ocorrência ou entende alguma coisa de segurança publica para dizer se foi desnecessário ou não atirar???
 
elias oliveira em 13/05/2014 13:00:21
Tem razão a dna Andreia Regis;ao invés de acertar o muro os PMs deveriam é acertar a cara do bandido, como fez aquele outro PM que matou um bandido na Orla Morena, mas não compete a ela dizer o que a PM deve ou não fazer. Talvez ela queria que o ladrão invadisse seu estabelecimento e violentasse a ela e a seus clientes.Por outro lado o policial deve ser chamado de volta a academia para treinar tiro ao alvo e ser repreendido por ser ruim no tiro. Tá lôco!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Samuel Gomes em 13/05/2014 12:26:56
Com o devido respeito, PM é PM, e veterinário é veterinário. Cada um na sua. Não queiram "ensinar padre a rezar missa". Se a PM não age é criticada, se age também é. Então que levem os bandidos para casa, ou, chamem o Batmam.
 
Luis Fernando Ferreira da Silva em 13/05/2014 12:08:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions