A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

08/12/2016 16:55

PM emprestou corda para resgatar mulheres em meio a alagamento

Rafael Rodrigues de Souza enfrentou enxurrada para resgatar vítimas

Luana Rodrigues e Adriano Fernandes
Corda usada por Rafael no resgate de mulheres que estavam desmaiadas. (Foto: Adriano Fernandes)Corda usada por Rafael no resgate de mulheres que estavam desmaiadas. (Foto: Adriano Fernandes)
Rafael Rodrigues, durante resgate às vítimas. (Foto: Direto das Ruas)Rafael Rodrigues, durante resgate às vítimas. (Foto: Direto das Ruas)

O cabo da Polícia Militar Rafael Rodrigues de Souza foi o responsável pelo resgate de cinco pessoas que ficaram presas em meio a enxurrada na rotatória da Avenida Ernesto Geisel, com a Rachid Neder, nesta quinta-feira (8), em Campo Grande.

Ao Campo Grande News, o policial contou que vinha logo atrás do Corolla, onde estavam cinco pessoas, quando a água subiu de repente e tomou conta do carro que estava a sua frente. “Os rapazes conseguiram sair porque estavam conscientes, mas as duas mulheres desmaiaram”, disse.

Para resgatar as vítimas, o policial contou com o apoio de pedreiros que trabalhavam em uma obra próxima ao local. “Um deles me emprestou uma corda e então tiramos as mulheres”, explica.

Apesar do 'final feliz' neste caso, o coordenador da Defesa Civil, Walmir Barbosa Lima, faz um alerta para este tipo de situação. “Quem está na rua e vê que o tempo está se preparando para a chuva, precisa ter bom senso.O ideal é não enfrentar a enxurrada e não tentar resgatar as pessoas, pois as pessoas não tem equipamento, nem treinamento adequados e acabam colocando a própria vida em risco”, diz.

Conforme Lima, a orientação para quem se encontrar em meio a enxurrada é ligar para o Corpo de Bombeiros ou Samu (Serviço da Atendimento Médico de Urgência).

Temporal - A chuva que começou pouco antes das 14h desta quinta-feira (8) alagou vários pontos da cidade, inundou casas e pelo menos cinco pessoas tiveram de ser resgatadas e encaminhadas à Santa Casa. Durante 45 minutos de temporal, choveu 38 milímetros em Campo Grande, segundo meteorologista da Uniderp, Natálio Abrahão. Os ventos alcançaram os 40 quilômetros por hora.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions