A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

21/08/2014 09:07

Polêmica da Quinta Gospel será discutida em nova reunião hoje no MPE

Aline dos Santos

A polêmica sobre a Quinta Gospel será discutida na manhã desta quinta-feira em nova reunião no MPE (Ministério Público Estadual), em Campo Grande. O encontro terá representante da Fundac (Fundação Municipal de Cultura) e Procuradoria do município.

Na última segunda-feira, o poder público prometeu à promotora de Direitos Humanos, Jaceguara Dantas da Silva Passos, abrir espaço para todas as religiões. Contudo, fora da programação da Quinta Gospel.

Na semana passada, a promotora recomendou que a Prefeitura inclua todas as religiões. Jaceguara pediu que o poder público se abstenha de interpretar a Lei Municipal 5.092/2012, que institui o programa, de contemplar apenas as religiões evangélicas e dê o mesmo espaço, sem discriminar as religiões, a todas as denominações e crenças.

A polêmica começou com a nomeação da ex-vereadora Juliana Zorzo (PSC) para comandar a Fundac (Fundação Municipal de Cultura), que é evangélica como o prefeito Gilmar Olarte (PP). E ganhou dimensão maior com o veto à apresentação da cantora Rita Ribeiro, artista espírita e que apresenta o projeto “Tecnomacumba”.

Em ofício encaminhado ao presidente da Tenda de Umbanda Pai Joaquim de Angola, Elson Borges dos Santos, Juliana argumentou que a “lei reconhece como manifestação cultural as músicas e eventos gospel evangélico”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions