A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/06/2016 15:59

Polícia ainda não prendeu suspeito de matar idoso a golpes de barra de ferro

Guilherme Henri
Rubens estava com o crânio afundado e seu corpo exalava forte odor (Foto: Marcos Ermínio)Rubens estava com o crânio afundado e seu corpo exalava forte odor (Foto: Marcos Ermínio)

A Polícia Civil ainda não prendeu o suspeito de matar com golpes de barra de ferro Rubens Alegria, 74 anos em sua residência, localizada na Avenida Gunter Hans, no Bairro Tijuca, próximo do Terminal de Transbordo Aero Rancho. Além do assassinato, o suspeito ainda roubo o veículo da vítima no dia 6 deste mês.

A informação é de um dos delegados que cuida do caso, Reginaldo Salomão, da Derf (Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos), que em recente entrevista ao Campo Grande News disse que a polícia já tinha um suspeito “na mira”.

O corpo de Rubens foi encontrado por sua mulher, mas somente os laudos da perícia, que ainda não saíram apontarão o dia e horário da morte do idoso, que morava sozinho no local.

Ela contou à polícia que Rubens Alegria morava em Campo Grande, mas ia visitá-la sempre aos finais de semana em Bela Vista – a 322 quilômetros de Capital. Como não apareceu, ela veio à Capital.

Rubens estava com o crânio afundado, pois foi assassinado a golpes de barra de ferro. Seu corpo exalava forte odor e o caso é investigado como latrocínio.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions