ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Polícia analisará celular e notebook de adolescente encontrado morto em freezer

Ainda não há suspeitos, nem um possivel motivos e segundo a polícia, nenhuma situação é descartada.

Por Mirian Machado e Marcos Rivany | 12/01/2021 16:49
Adolescente foi encontrado nos fundos da casa da avó (Foto: Henrique Kawaminami)
Adolescente foi encontrado nos fundos da casa da avó (Foto: Henrique Kawaminami)

Conforme a Polícia Civil, ainda é cedo para afirmar qualquer coisa relacionada a morte do adolescente José Eduardo Alves Gonçalves Rosa, 15 anos, encontrado dentro de um freezer na casa da avó na Vila Adelina. Ainda não há suspeitos, nem um ‘motivo’, porém o caso segue em investigação. O caso será encaminhado para a DEPCA (Delegacia de Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Delegada afirmou que não descarta nenhuma situação (Foto: Marcos Ryvani)
Delegada afirmou que não descarta nenhuma situação (Foto: Marcos Ryvani)

Segundo a delegada Gabriela Stainle da 5ª Delegacia de Polícia Civil que acompanha a ocorrência, afirmou à reportagem que analisará além das câmeras de segurança, o celular e o notebook da vítima que foram apreendidos.

Ainda de acordo a delegada, a família, amigos e vizinhos serão ouvidos. “A princípio não tem nenhuma situação descartada. Estamos aguardando o laudo para saber as causas da morte”, explicou.

Em relação ao vídeo de câmeras de segurança divulgado o fim desta manhã (12) logo após a descoberta do caso, a delegada informou que as imagens estão sendo analisadas e que durante alguns depoimentos, a família foi questionada sobre o vídeo.

“Já existe uma identificação provável de quem aparece no vídeo, mas ainda não pode ser divulgada”, disse ao concluir que ao que tudo indica, seja um familiar que tinha acesso à casa.

Garoto estava desaparecido desde segunda-feira (11) (Foto: Henrique Kawaminami)
Garoto estava desaparecido desde segunda-feira (11) (Foto: Henrique Kawaminami)

Caso- O corpo do adolescente foi encontrado pelo primo, ontem à tarde, depois que a família não teve mais contato com ele. A última visualização no WhatsApp foi no domingo (10), às 18h, mesmo dia do último contato com o irmão, o técnico de refrigeração Leonardo Alves, 26 anos.

O irmão de José Eduardo, Leonardo Alves, disse que a família começou a procurá-lo na segunda-feira (11), depois que o rapaz faltou ao trabalho, com quem havia se comprometido a fazer, com o irmão.

O primo foi até a casa da avó, que estava fechada após ela ter viajado. Como ninguém atendeu, pulou o muro e viu o freezer, onde viu filete de sangue escorrendo. Dentro, encontrou o garoto, de cuecas, sentado, morto. “Já estava cheiro ruim aí abri o freezer, me deparei com ele lá, só de cueca, sentado”, contou.

Carlos acionou PM (Polícia Militar) e, em seguida, perícia foi chamada. A equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamada e atestou óbito.

Vídeo- No vídeo, é possível ver a movimentação na casa da avó do garoto, na Vila Adelina no domingo de manhã, por volta das 7h50. As imagens mostram um homem carregando uma mochila nas costas e outras duas sacolas nas mãos até um carro, que estaciona na rua Carlos Magno. Ele coloca as bolsas atrás e se encaminha para o banco do passageiro.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário