A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/04/2011 16:10

Para cumprir meta, Polícia tem 3 meses para concluir 15 inquéritos de homicídios

Nadyenka Castro

Determinação é do Ministério da Justiça

Para cumprir determinação do Ministério da Justiça, a DEH (Delegacia Especializada de Homicídios) tem até julho para concluir 15 inquéritos de assassinatos.

De acordo com o delegado Edílson de Oliveira, estes inquéritos integram total de 40 que, por determinação do governo federal, devem ser concluídos até o fim do primeiro semestre deste ano.

Ele explica que desde dezembro do ano passado os policiais têm trabalhado para concluir estas investigações e assim cumprir a meta estabelecida pelo Ministério da Justiça, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública e da Estratégia Nacional de Segurança Pública.

Nestes quatro meses já foram esclarecidos 25 casos de homicídio que integram a relação dos 40, cujos procedimentos foram instaurados até 31/12/2007 e estavam sem conclusão.

Entre eles estão os assassinatos de Anderson Scuria, 25 anos, ocorrido em 23 de março de 2005 no bairro Guanandy; o de Francisco Silvestre Paes, 47 anos, que aconteceu em 20 de novembro de 2005 no Taquarussu e o de Alex de Souza Rodrigues, ocorrido em maio de 2006 no Dom Antônio Barbosa.

Conforme a DEH, Anderson foi morto a tiros, sem presença de testemunhas, por Weverton Alvez Marques, conhecido como Ninho, o qual confessou o crime.

Weverton disse à Polícia que matou Anderson porque este estava ameaçando matar sua família. Declarou também que por causa deste assassinato já foi vítima de tentativa de homicídio duas vezes. Ele foi indiciado por homicídio doloso e aguarda o curso do processo em liberdade.

As investigações da DEH apontam que Francisco foi morto por Luciano Fernandes Panta Leão, o Popó, no entanto, este nega a autoria, apesar de confirmar que estava com a vítima antes do crime. Ele também foi indiciado e aguarda em liberdade.

Alfredo Cabreira Benites, 24 anos, é apontado pela DEH como autor da morte de Alex. No entanto, ele nega o crime. Alfredo foi indiciado e está no Estabelecimento Penal de Segurança Máxima onde cumpre pena por outro homicídio doloso (com intenção de matar).



Weverton confessa que matou rapaz há seis anos. (Foto: Divulgação/PC)Weverton confessa que matou rapaz há seis anos. (Foto: Divulgação/PC)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions