A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/06/2016 09:02

Polícia descarta atropelamento e confirma que homem foi assassinado

Dúvida dos peritos é se ferimento foi causado por tiro ou facada

Renata Volpe Haddad e Luana Rodrigues
Perfuração foi encontrada do lado esquerdo do peito. Testemunha relatou que viu a vítima sendo atropelada, mas polícia descarta hipótese. (Foto: Fernando Antunes)Perfuração foi encontrada do lado esquerdo do peito. Testemunha relatou que viu a vítima sendo atropelada, mas polícia descarta hipótese. (Foto: Fernando Antunes)

A delegada Priscila Anuda confirmou que Humberto Morais de Lima, 42, morreu devido a perfuração encontrada no lado esquerdo do peito, descartando que ele tenha sido vítima de atropelamento. O caso aconteceu por volta de 7h deste sábado (18), na avenida Cônsul Assaf Trad, em Campo Grande.

Uma testemunha afirmou que viu o homem sendo atropelado por uma caminhonete e logo acionou o Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Porém, o socorrista do Samu viu que havia uma perfuração no corpo da vítima. A perícia foi ao local e confirmou o ferimento, mas ainda não se sabe se foi tiro ou esfaqueamento, mas descartou o atropelamento, já que não há escoriações pelo corpo.

Investigadores da Polícia Civil estão ouvindo agora a testemunha que afirmou ter visto o atropelamento. O corpo de Humberto foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions