A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

29/01/2014 07:35

Polícia detém suspeitos de envolvimento em morte de policial

Aliny Mary Dias e Viviane Oliveira
Investigador estava lotado na Derf (Foto: Divulgação/Polícia Civil)Investigador estava lotado na Derf (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

Policiais civis e militares passaram a madrugada desta quarta-feira (29) empenhados em encontrar os suspeitos de matar o policial civil Dirceu Rodrigues dos Santos. O homem era investigador da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos) e foi morto por dois tiros durante um assalto na noite de ontem (28), no bairro Campo Nobre.

Na manhã de hoje, policiais se concentram na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, unidade que registrou a ocorrência. Policiais da Derf, do Garras (Delegacia Especializada na Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) e os que estão de plantão na Depac prenderam várias pessoas durante a madrugada.

O delegado responsável pela investigação inicial, João Reis Belo não quis falar com a imprensa, mas a maioria dos detidos já foi liberada.

Além dos policiais, parentes das pessoas detidas se aglomeram na delegacia. Uma das mulheres, que não quis se identificar, contou ao Campo Grande News que o filho, a nora e o sobrinho da nora foram detidos no Jardim Anache.

A mulher explica que o filho tem um relacionamento recente com a mulher e a suspeita é que o sobrinho dela tenha matado o policial. Dos detidos da família, apenas o sobrinho da nora continua detido.

Morte - Dirceu foi baleado e os bandidos ainda levaram o carro onde ele estava, segundo informações preliminares. Ele estaria em um veículo particular quando foi feito refém. As Polícias Militar, Civil e Rodoviária Federal foram mobilizadas para achar os responsáveis pela morte do investigador.

A PRF fechou as saídas da cidade, para evitar a fuga dos bandidos. A perícia foi chamada para atender a ocorrência. Dirceu foi alvejado duas vezes na cabeça.

Carreira - Segundo divulgado no fim do ano passado no site da Polícia Civil, Dirceu foi homenageado com o diploma "Amigo do CMO". A homenagem ocorreu em outubro do ano passado e a honraria só é dada a personalidades que se destacam pela amizade e cooperação com as atividades desenvolvidas pelas Organizações Militares do CMO.



concordo com o Alberto Brandao, que a populaçao e as pessoas que prestigiam o CGNews quando tem a oportunidade de criticar o desvio de conduta realmente exacerbam os comentarios e passam de 20,30 comentarios zombando e pedindo puniçoes etc, porem agora na hora de se compadecer com a familia de um trabalhador que cuida dos interesses da mesma populaçao nao registra nada como se nao tivesse importancia a vida do funcionario publico da policia civil...
 
lians dener em 29/01/2014 21:18:18
Que deus em sua infinita misericórdia conforte a família de nosso policial que morreu de forma honrada, trabalhando.
Vamos lá policiais civis, militares e federais também, porque não? Vamos unir forças para pegar esses bandidos e fazer valer a lei. Quanto a nossa secretaria de segurança pública, fica uma pergunta. A família desse policial vai receber algum cuidado por parte do estado? É pago algum seguro para que a família tenha suporte nessas horas? Infelizmente acredito que não. Agora permanece apenas a mão amiga dos colegas e parentes que jamais abandonam os seus. Essa é uma lição que nosso governantes deveriam aprender.
 
Maria Rita em 29/01/2014 20:16:23
MEUS SENTIMENTOS A TODA FAMÍLIA E A CORPORAÇÃO DA POLICIA CIVIL....
 
maria suely pereira em 29/01/2014 16:11:14
Quais os verdadeiros valores do ser humano? Quando um policial se "destaca" por estar envolvido em corrupção, ou cometeu algum desvio de conduta particular, "chove" de ofensas nos comentários deste site. Agora, quando um policial com honrarias, com méritos, e destaque por onde passou, defendendo a população, trabalhando madrugada à fora é executado sem chances de defesa, não aparece um cristão aqui para falar algo. Apostamos e temos certeza que se o executado na madrugada de ontem fosse um assaltante, OAB, direitos humanos e até mesmo parte da população já estaria indignada e escrachando a conduta policial. Do mais apenas podemos lamentar, pois, Dirceu Rodrigues dos Santos, além de ser um excelente policial era um bom amigo, bom pai, e respeitava o próximo acima de tudo. Fará falta...
 
Alberto Brandão em 29/01/2014 08:41:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions