A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

11/12/2017 10:12

Polícia encontra uma cápsula de projétil que atingiu idoso na porta de casa

O filho da vítima relatou à polícia, que há algum tempo o pai se desentendeu com um antigo patrão, mas não soube dizer se a situação tem a ver com a tentativa de homicídio ocorrida nesta manhã

Viviane Oliveira
A vítima foi socorrida em estado grave e levada à Santa Casa (Foto: André Bittar) A vítima foi socorrida em estado grave e levada à Santa Casa (Foto: André Bittar)

Os projéteis que atingiram Omélio Brandolis, 74 anos, baleado no rosto e tórax, por volta das 6h desta segunda-feira (11) foram encontrados e levados à Polícia Civil. Conforme boletim de ocorrência, equipe da Polícia Militar encontrou dois projéteis e a cápsula deflagrada no local onde ocorreu o crime. O filho da vítima, de 48 anos, contou que ficou sabendo do caso após ser avisado por um vizinho, amigo da família.

Ele relatou à polícia, que há algum tempo o pai se desentendeu com um antigo patrão, mas não soube dizer se a situação tem a ver com a tentativa de homicídio ocorrida nesta manhã. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Caso - Conforme os frentistas de um posto de combustíveis, que fica em frente à residência, Omélio foi ferido por um homem que o esperava agachado do outro lado da rua. “Quando fui tirar as grades para abrir o posto, percebi que havia uma homem escondido em frente a casa. Ele só esperou a vítima abrir o portão para atirar”, disse a testemunha que pediu para não ser identificada.

O idoso foi ferido com dois tiros, um deles entre o lábio e o queixo. A vítima, que perdeu muito sangue, foi reanimada pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Omélio foi socorrido à Santa Casa em estado gravíssimo.

Assustada com a situação, uma vizinha de 77 anos, contou que escutou barulho semelhante a uma lata caindo e foi ver o que havia acontecido. Ela encontrou apenas um casal a pé passando pelo local que fez sinal com as mãos como quisesse dizer “que pena”. Por enquanto, não há informação sobre o suspeito e muito menos o que motivou o crime.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions