A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

18/06/2015 17:28

Polícia faz nova operação Cidade Tranquila e quer superar resultado anterior

Ricardo Campos Jr.
Em um dos pontos de fiscalização, pelo menos dez motos foram recolhidas (Foto: Marcelo Calazans)Em um dos pontos de fiscalização, pelo menos dez motos foram recolhidas (Foto: Marcelo Calazans)

A PM (Polícia Militar), Guarda Municipal e Polícia Civil montaram dez pontos de fiscalização nas regiões mais afetadas pela criminalidade em Campo Grande para coibir a ação de bandidos e retirar de circulação veículos irregulares. A operação, intitulada “Cidade Tranquila”, já havia sido realizada na semana passada, quando oito foragidos da Justiça foram capturados.

O coronel Francisco de Assis Ovelar, Comandante de Polícia Metropolitana, diz que os resultados só vão ser divulgados amanhã, mas ele acredita que os números irão superar a ação anterior, mesmo com cinco blitze a menos.

Até mesmo um helicóptero foi colocado à disposição das equipes. Tendo em vista a movimentação na cidade, Ovelar ressalta que a população não precisa ficar com medo, principalmente ao se reparar com algum dos pontos de fiscalização.

“Estamos checando toda a documentação dos veículos para verificar se eles são furtados ou se as pessoas são foragidas da Justiça”, completa. O Campo Grande News esteve em um dos locais cobertos pela operação, onde pelo menos dez motociclistas tiveram os veículos recolhidos por alguma irregularidade.

O pedreiro Vanderlei Ferreira de Oliveira, 46 anos, foi submetido à checagem e liberado logo em seguida. “É muito bom esse tipo de trabalho. Deveria haver ações desse tipo com mais frequência. Tem muito bandido solto. Cidadão de bem sofre com isso. Estamos à mercê da violência”, opina.

Ação anterior - Na primeira edição da operação Cidade Tranquila, foram abordados 2085 veículos, sendo 87 apreendidos e 41 documentos recolhidos. A ação ainda fiscalizou 3002 pessoas, apenas uma foi presa em flagrante, mas oito também acabaram na delegacia porque tinham mandados de prisão abertos.

Uma arma e um quilo de droga também foram apreendidos e 178 multas lavradas. Foram realizadas rondas, blitze e apreensões. Cerca de 300 policiais militares e 20 guardas municipais participaram da operação, além do apoio do Grupamento de Patrulhamento Aéreo e de todos os batalhões da PM.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions