A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

27/03/2014 14:28

Polícia indicia aluno de psicologia por "abuso sexual" de jovem em sorveteria

Bruno Chaves

A Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) indiciou, nesta quinta-feira (27), o acadêmico de psicologia Willian Santos Rodrigues, 33 anos, por "abuso sexual". Ele disse que cometeu o crime, tirar fotos e filmar as partes íntimas de uma jovem de 21 anos em uma soverteria, para satisfazer um desejo momentâneo.

A mulher procurou a polícia na manhã de ontem (26) depois que soube que foi filmada pelo acusado. Ela estava de saia no local e o homem aproveitou a sua distração para fazer fotos e filmagens dela no celular. A vítima ficou sabendo pelos funcionários do comércio, ficou chocada e foi atrás da delegacia.

Conforme a delegada Marília de Brito, Willian foi identificado hoje como autor. Ele foi levado à delegacia, prestou depoimento e confessou a autoria do crime. Depois de ser ouvido, o acusado foi liberado, pois o crime se tratar de menor potencial, conforme explicou a delegada.

“Será lavrado o termo circunstancial de ocorrência e na semana que vem vamos encaminhar para o Poder Judiciário”, afirmou Marília.

Willian ainda contou à polícia que não tinha intenção de publicar as imagens da vítima em nenhuma rede social. Mesmo assim, o celular dele foi apreendido. “Nós ainda apuramos que ele é acostumado a fazer isso. Já fez até em Dourados”, pontuou a delegada.

Entre os crimes previstos, a pessoa que realiza este tipo de filmagem pode responder por tentativa de estupro, violência sexual mediante fraude e até mesmo importunação ofensiva ao pudor.

“Importante lembrar que se alguma mulher reconhecer esse homem e desconfiar que foi vítima, dele procurar à delegacia”, reiterou Marília.

“Tarado do 087” - Em agosto de 2013, a Polícia prendeu um homem acusado de abusar de pelo menos 15 mulheres dentro do ônibus de transporte coletivo 087, que faz a linha T. Guaicurus/T. Gal. Osório.

As investigações para prender Lucimário Luiz da Silva, começaram um mês antes, depois que uma das vítimas procurou a delegacia para registrar boletim de ocorrência. Na delegacia, ele que não possuía antecedentes e se mostrou muito arrependido, foi indiciado pelo crime cuja pena máxima era de seis anos de reclusão.

Nas grandes capitais - Recentemente, a Polícia de São Paulo e do Rio de Janeiro instaurou inquéritos para apurar a ação de criminosos que assediam mulheres no transporte público, filmando e propagando as imagens na internet.

O fenômeno é conhecido como “froteurismo”, que significa esfregar-se em outra pessoa, sendo que os autores ficaram conhecidos nessas cidades como os “encoxadores”.

Estudante procura Polícia para denunciar abuso sexual em sorveteria
Uma universitária procurou a Polícia na manhã desta quarta-feira (26), para denunciar o abuso que sofreu em uma sorveteria na noite de ontem, em Camp...
Ceinf recebe nesta quinta parque de pneus construído por detentos
Acontece nesta quinta-feira (14), a partir das 8h no Ceinf (Centro de Educação Infantil) Rafael Abraão - CAIC Aero Rancho, a entrega do parque constr...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions