ACOMPANHE-NOS    
JULHO, TERÇA  14    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Polícia não encontra no banco de dados de MS digitais de homem morto no Ceuzinho

Corpo apresentava ferimento perto da orelha; suspeita é de que homem tenha sido morto com pancada na cabeça

Por Kerolyn Araújo e Marta Ferreira | 01/06/2020 09:01
Encontrado morto no Ceuzinho segue sem identificação. (Foto: Marcos Maluf)
Encontrado morto no Ceuzinho segue sem identificação. (Foto: Marcos Maluf)


Digitais do homem encontrado morto na tarde deste domingo (31) na cachoeira do Ceuzinho, na saída para Rochedo, em Campo Grande, não foi encontrada no banco de dados de Mato Grosso do Sul. Ele segue sem identificação.

Conforme apurado pelo Campo Grande News, o corpo do homem foi encaminhado ao Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal), mas até o momento nenhum familiar apareceu para fazer o reconhecimento.

As digitais da vítima também foram colhidas, mas não constam no banco de dados. Agora, as informações serão repassadas aos outros estados na tentativa de identificá-lo.

O corpo do homem, com idade estimada entre 50 a 60 anos, foi encontrado próximo à trilha que leva até a cachoeira do Ceuzinho. Ele apresentava ferimento próximo a orelha esquerda e a suspeita é de que tenha sido morto com uma pancada na cabeça.

Segundo a Polícia Civil, rastro de sangue foram encontrados na trilha, o indica que a morte havia sido recente e no próprio local. Nos bolsos da vítima, os policiais encontraram apenas dois isqueiros e uma “pipa”, cachimbo usado para consumo de crack.

O caso será investigado pela 7ª Delegacia de Polícia Civil.