A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

15/12/2010 15:42

Polícia prende envolvido em assassinato por conta de assédio sexual

Jorge Almoas

A Polícia Civil prendeu ontem na região Norte de Campo Grande um dos envolvidos no assassinato de Wellington Luiz Maciel Pereira, de 32 anos, que foi morto com um tiro no peito em novembro deste ano. O motivo do crime foi o assédio que Wellington teria praticado contra a cunhada do autor do tiro.

Morgan Marques de Oliveira, de 23 anos, foi preso acusado de ter atirado contra Wellington em uma conveniência no bairro São Conrado, região sul da Capital.

O crime aconteceu no dia 21 de novembro, um domingo. Uma testemunha contou à polícia que Wellington chegou à conveniência dizendo “tem gente querendo me pegar”.

Em seguida, Morgan, também conhecido como Capú, e o irmão, Mayk da Silva Marques de Olveira, vulgo “Corumbá”, chegaram ao local e pediram para Wellington sair do estabelecimento.

Os três pararam na esquina das ruas Praia Grande e Carangola, quando começaram a discutir e Capú sacou uma arma, atirando no peito de Wellington. Ele foi atendido pelo Samu, encaminhado para a Santa Casa onde morreu dois dias depois.

De acordo com o titular da Deh (Delegacia Especializada de Repressão a Homicídios), delegado Edilson dos Santos Silva, o motivo do crime teria sido um assédio praticado por Wellington contra a esposa de Corumbá, cunhada de Morgan.

“Ele está preso temporariamente, mas podemos pedir a prorrogação desse prazo”, explica Edilson sobre o prazo de cinco dias, que pode ser estendido por igual período.

O delegado comenta que um advogado que representa o irmão de Morgan entrou em contato e disse que vai prestar depoimento. “Há suspeitas que esse Corumbá tenha sido o autor dos disparos”, disse Edilson.

Wellington foi preso em fevereiro no município de Rochedo por dirigir embriagado. Ele tinha passagens policiais por estupro e violência doméstica, maus tratos e estupro presumido (quando praticado com menor de 14 anos).

Já Morgan foi preso em fevereiro por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. Ele estava sob liberdade condiciona e está em cela na DEH.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions