A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/02/2016 21:49

Polícia prende suspeitos e reconstitui morte de idosa após abuso sexual

Thiago de Souza e Fernanda Yafusso
Polícia diz que assassinos entraram na casa pulando o muro. (Foto: Fernando Antunes)Polícia diz que assassinos entraram na casa pulando o muro. (Foto: Fernando Antunes)
Sangue da idosa que foi agredida e violentada antes de morrer. (Foto: Fernando Antunes)Sangue da idosa que foi agredida e violentada antes de morrer. (Foto: Fernando Antunes)

A Polícia Civil fez, na tarde de hoje (6), a reconstituição do assassinato de Sebastiana Correia Maciel, 77, irmã do músico Maciel Correia, morta na manhã de hoje, na casa em que morava, com uma facada no pescoço na região da veia jugular, e também vítima de abuso sexual. Os acusados, Neilson Dantas, 20, e um adolescente de 17 voltaram a cena do crime do qual são acusados, no Bairro Aero Rancho.

O trabalho foi conduzido pelo delegado Cleverson Alves do Santos, do SIG (Serviço de Investigações Gerais). A Polícia Militar foi acionada para evitar o linchamento dos suspeitos, pois os moradores da região estavam revoltados com o crime.

Por volta das 22 horas, o delegado Alves ainda terminava de registrar o flagrante da ocorrência. Ele, que classificou o crime como "pura crueldade", apurou que o jovem e o adolescente saltaram o muro da casa da vítima e a surpreenderam enquanto dormia.

As mãos dela foram amarradas e os dois fizeram sexo vaginal e anal com a idosa, segundo a autoridade. A vítima, que tinha deficiência nas mãos, perna e voz, também foi atingida com muitos socos. 

Em seguida, cortaram a jugular dela e fizeram sexo novamente. Depois amarraram um lençol na cabeça de Sebastiana e a asfixiaram. A bolsa dela não foi levada, apenas um aparelho de som que ela tinha comprado ontem. 

O crime

A aposentada Sebastiana Corrêa, 77 anos, foi encontrada morta na manhã deste sábado (6), na casa em que morava, no Aero Rancho. Ela teve o pescoço cortado na região da veia jugular, além de apresentar sinais de espancamento e violência sexual.

Segundo vizinhos, a morte foi descoberta por volta das 8h30, quando notaram que Sebastiana, acostumada a acordar cedo, não atendia aos chamados na porta de casa, que fica na esquina da Rua Tokuei Nakao com a Travessa Dionízio Machado, setor VI do Aero Rancho. Foi então que um vizinho entrou no imóvel e encontrou a idosa dentro do quarto.

Sebastiana Maciel está sendo velada na Capela Campo Grande, da Pax Campo Grande, na Rua 13 de Maio, Bairro São Francisco.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions