A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/11/2012 09:59

Polícia prende traficante que abastecia região das Moreninhas

Paula Maciulevicius
Com Cláudio Lourenço, Polícia apreendeu 78 porções de droga e R$ 1,4 mil em dinheiro. (Foto: Pedro Peralta)Com Cláudio Lourenço, Polícia apreendeu 78 porções de droga e R$ 1,4 mil em dinheiro. (Foto: Pedro Peralta)

Policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prenderam o traficante apontado como responsável por abastecer o mercado de droga na região das Moreninhas, em Campo Grande.

Cláudio Lourenço Almeida de Siqueira, 19 anos, foi preso na tarde desta segunda-feira, em casa, enquanto fazia a venda descaradamente de entorpecentes na residência, na rua Minas Novas, na Cidade Morena.

Conhecido como ‘Pinguim’, ele confessou que comprava cocaína e maconha em Corumbá, em duas viagens por mês e trazia a droga escondida no sapato. Para a imprensa ele disse que chegava a faturar R$ 200 por dia com a venda das pequenas porções.

A Polícia chegou até ele depois de denúncias. Em pouco tempo de monitoramento, por volta das 16h, já viram o entra e sai de usuários de drogas na casa. O primeiro entrou, pegou algo e saiu. Ao ser abordado, estava com uma porção de maconha e confirmou ter comprado de Cláudio, na casa.

Em seguida, outros dois usuários passaram e também foram abordados com porções de pasta base de cocaína. Segundo a Polícia, a comercialização era feita em frente da casa mesmo, sem que os usuários tivessem de entrar para não serem vistos negociando. E isso tudo ao lado de uma escola municipal.

Quando a Polícia entrou na casa encontrou Cláudio preparando mais porções de pasta base. Ele estava amassando a droga num prato. Na casa, a Polícia apreendeu toda movimentação do final de semana, que totalizou mais de R$ 1,4 mil, além de 72 porções prontas de pasta base de cocaína e seis de maconha, eletrônicos como celulares, DVD, netbook e videogame e uma caneta calibre 32 que efetua disparos.

Havia também entorpecente de forma bruta. As pedras, segundo a Polícia, iriam para a região das Moreninhas para serem revendidas e estavam escondidas em um saco de pancada de boxe. Já as pequenas porções, eram para compra de usuários que iam até a casa e eram vendidas a R$ 2, R$ 5 e até R$10.

Cláudio que já tinha passagens pela Polícia quando adolescente por roubo, disse que vendia há cinco meses. Para a imprensa, ele disse que só vendida para usuários. “Nunca ofereci pra estudantes e nem na rua. Era só quem ia comprar”, falou. Quanto ao abastecimento das Moreninhas, Cláudio negou as acusações.

O rapaz vai responder por tráfico de drogas, porte ilegal de arma e por portar drogas para consumo.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


vai mane pensa q da futuro agora vc vai ver o futuro q tem na cadeia
 
Lucas Calaff em 13/11/2012 20:45:01
PARABENS A POLICIA PELA espero que a JUSTIÇA o MANTENHA PRESO e que lá ele trabalhe porque aqui fora era SÓ VADIAGEM AS CUSTAS DOS VICIADOS,
 
MATEUS COSTA em 13/11/2012 12:06:19
eee claudinho a casa caiu eee essa vida dura pouco quando asssim nao tem nehum pra se sustentar na cadeia,
 
Andreia PEres em 13/11/2012 11:38:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions