A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/11/2015 09:23

Polícia procura família de homem de 43 anos com transtorno mental

Caroline Maldonado e Juliana Brum
Taxista levou homem à delegacia para ajudar a encontrar família (Foto: Fernando Antunes)Taxista levou homem à delegacia para ajudar a encontrar família (Foto: Fernando Antunes)

A polícia procura pela família de um homem de 43 anos, que pegou um táxi na noite de ontem (7) em Campo Grande e não soube dizer onde mora. O taxista percebeu que o rapaz tinha algum transtorno mental, depois que ele tentou sacar dinheiro para pagar a corrida usando um cartão de CPF (Cadastro de Pessoa Física).

O homem disse que usa remédio controlado, mas deixou de tomar ontem. Ele pegou o táxi na Rua Rio Grande do Sul e disse que gostaria de ir até a Rua Pernambuco, porém em número inexistente. O taxista achou estranho e ao ver que a corrida já estava em R$ 80 questionou o homem.

Taxista há 10 anos, César Augusto Pinheiro, 45 anos, resolveu ajudar o homem a sacar dinheiro para pagar a corrida. “Estou acostumado a ter vários problemas, as vezes têm gente bêbada ou usuário de droga que pega a corrida, mas eu vi que nesse caso ele não estava agindo de má-fé e por isso resolvi ajudar”, disse.

O taxista tentou contato por Facebook com a irmã do rapaz, mas não teve resposta. Então, ele deixou o homem no ponto de táxi por um tempo até resolver levá-lo a delegacia nesta manhã. Wilson está na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e será encaminhado para equipe de Assistência Social, caso a família não apareça.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions