A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/11/2013 11:11

Polícia procura por testemunhas e vítimas de festa com orgia e nudez

Aliny Mary Dias
Nenhuma vítima ou testemunha procurou a polícia (Foto; Reprodução/Facebook)Nenhuma vítima ou testemunha procurou a polícia (Foto; Reprodução/Facebook)

Para continuar a investigação que apura a participação de crianças e adolescentes em bailes funks com nudez e orgias sexuais, a Polícia Civil pede que testemunhas ou vítimas que participaram das festas procurem a delegacia.

À frente da investigação iniciada após a denúncia do Campo Grande News na última semana, Paulo Sérgio Lauretto da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente) explica que a polícia não tem como seguir na apuração se as vítimas ou testemunhas não procurarem a delegacia.

“Nós fizemos diligências na chácara, ouvimos o organizador, mas não temos vítimas. Só pelas fotos não conseguimos identificar as supostas crianças, precisamos que as pessoas procurem a delegacia para dar sequência ao caso”, afirma o delegado.

O organizador dos bailes funks, Luciano Franco, prestou depoimento à polícia e afirmou que a segurança particular estava presente na Chácara dos associados e funcionários do Detran, no Jardim Veraneio, e que os casos de orgias e nudez não tinham presença de crianças e adolescentes.

Equipes da DPCA fizeram buscas nas redondezas para identificar possíveis crianças que participaram das festas, mas ninguém foi encontrado. Uma cópia do caso foi encaminhado para o Conselho Tutelar e para a Deops (Delegacia Especializada de Ordem e Política Social).

Nudez e orgias - No último dia 25 de outubro, um evento denominado “A grande noite das bandidas” foi realizada pelo promoter Luciano Franco de Oliveira, a festa contou com mulheres nuas em cima do palco e orgias sexuais.

Diante de uma das participantes com os seios a mostra, é possível identificar jovens que aparentam ser menores de idade. A denúncia, inclusive, traz fotos de crianças entre 10 e 11 anos que supostamente participam do evento.

Ao Campo Grande News, o organizador de dos bailes realizados há mais de dois anos garantiu que as imagens não traduzem a realidade e que orgias sexuais não são realizadas no local. “Tem várias festas onde tudo é liberado, mas na minha é tudo certo. Os adolescentes acima de 16 anos podem entrar, mas precisam estar acompanhados de um responsável”, afirma o organizador.

O presidente da associação dos servidores do Detran/MS (Departamento Estadual de Trânsito), Jonas Corrêa da Costa afirmou que o local é cedido para os bailes, mas que os eventos só ocorrem se os organizadores apresentarem alvarás expedidos. O Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar também confirmaram à reportagem que as festas possuem laudos de vistorias.



O que acontece, é que o Sindetran-ms, tem como dirigente, um irresponsável, que não tem o menor critério para alugar uma chácara, que não pertence a ele; e sim aos servidores do Detran-ms.E, que utiliza estrutura que deveria estar à disposição dos associados, para fazer festas com orgias sexuais e sabe-se lá o que mais.É um incompetente.
 
Artur Almeida em 12/11/2013 14:39:17
CONCORDO COM A IVONE ISSO E UMA BABAQUICE VC JA OUVIU AS MUSICAS QUE A MAIORIA DOS JOVENS OUVEM SO DENIGREM A IMAGEM DA S MULHERES TINHA QUE PROIBIR ESSAS LETRAS RIDICULAS ESSE LIXO , E A MAIORIA DELAS ADORAM NO ENTANTO NEM OS PAIS SABEM QUE VAO PRA ESSAS FESTAS QUE SO ROLA SEXO E DROGAS ENTAO ESSE ESQUECE O CONSELHO TUTELAR INFANCIA E JUVENTUDE QUE SE FOSSE EM OUTRO PAIS SIM MAIS AQUI NO BRASIL KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK PASSA AMANHA
 
JOAO BATISTA em 11/11/2013 17:10:00
1º quem vai a esses bailes e porque esta atraz de putaria, sexo facil com mulheres e meninas bebadas, entao quem foi nunca sera vitima, quem sofre com isso e tem que arcar com as consequencias são os pais desleixados que não peguntam aos seu filho onde vão e com quem vão, depois aparece sua filhinha com um barrigão e sem um pai, pois estava bebada ou drogada para ver quem consumiu o ato, ai o papaizinho e a maezinha vao querer corre atraz do prejuijo, vai ficar dificil encontrar o cara. esta faltando deus no coração dessas pessoas que deixão seus filhos a "deus dara' e temor de deus nos aproveitadores...isso vai acabar em nada
 
eduardo castro em 11/11/2013 16:44:21
Não tem vítima, não tem acusados, não tem acusadores.........O QUE É QUE TEM ENTÃO ???????----nada x nada, sómente notícia.
 
Pedro de Turvo em 11/11/2013 16:31:01
esse Cara chamado de luciano não e prometer coisa nenhuma essa cara de pau e um bandido e tem ser preso esse fanfarrão! juízes e promotores de justiça cole nesse cara pois através das festinhas q esse malandro faz tem muito criança sendo aliciada! e também os pais que libera seus a para ir nesse ambiente tem ser punido tbm esses irresponsável ok
 
amison matos em 11/11/2013 14:23:46
Menino... quanta ingenuidade. Vc acha que vai aparecer alguém pra prestar depoimento? As pessoas que estavam lá, foram por livre e espontânea vontade, ninguém foi à força ou amarrado. Podem até ser consideradas testemunhas, mas vítimas? Nunca... vítimas do que? Vamos largar de ser hipócritas, quem foi fez o que quis, como quis e com quem quis...Como isso é mais uma coisa que não vai dar em nada, parem de bobeira, de gastar o dinheiro dos cofres públicos e vão investigar crimes de verdade, solucionem casos que realmente interessem à população...
 
Ivone Arguelho em 11/11/2013 13:38:35
"Testemunhas ou Vítimas que participaram das festas"

VÍTIMAS? VÍTIMAS? Vítima são eles que estão lá se divertindo em paz e esse povo fica implicando com eles. Parece que ninguém nunca foi jovem aqui.

 
Cyro Escobar em 11/11/2013 13:01:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions